Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Mudanças Climáticas
Sexta-feira, 11 mai 2007 - 11h27

Aquecimento Global pode alterar o comprimento do dia

Que o aquecimento global é uma realidade, ninguém mais duvida. Teorias, estudos e simulações sugerem que as temperaturas no planeta poderão aumentar em até 6 graus durante os próximos 100 anos, e muitos de nós seremos testemunhas dessa mudança. Alguns cientistas afirmam que florestas inteiras, incluindo a Amazônia, sofrerão grandes transformações, podendo até mesmo desaparecer.

No entanto, novos estudos sugerem que os efeitos do aquecimento global não se restringem apenas às mudanças dos padrões climáticos, com as conseqüências já conhecidas. De acordo com pesquisadores alemães, a redistribuição das águas dos oceanos, devido ao fenômeno do aquecimento, também terá impacto na velocidade de rotação da Terra, e consequentemente no tamanho do dia.

O estudo, liderado pelo cientista Felix Landerer, do respeitado Instituto Max Planck, de Hamburgo, é baseado nas previsões divulgadas recentemente pelo IPCC, o Painel Intergovernamental para as Mudanças Climáticas. Segundo o cientista, uma vez que o aquecimento do oceano elevará a o nível da água, mudando os padrões de circulação e afetando a pressão do fundo do mar, uma significativa porção da massa oceânica será transferida das regiões profundas em direção às mais rasas.

O modelo matemático de previsão indica que até o final do século 22, mantida a atual taxa prevista de elevação de temperaturas, uma quantidade suficiente da massa oceânica deverá se deslocar para regiões próximas ao eixo de rotação terrestre, encurtando o comprimento do dia em até 0.12 milisegundos.


Mudanças imperceptíveis
O estudo de Landerer não é o primeiro a demonstrar mudanças no tempo de rotação do planeta causadas por fatores naturais. Segundo o Dr. Richard Gross, do JPL, Laboratório de Propulsão a Jato, da Nasa, que estuda os efeitos dos terremotos nos movimentos da Terra, após o violento abalo de Sumatra em 2004, o comprimento do dia ficou 2.676 microssegundos menor. No entanto, desde que o comprimento do dia pode ser medido com precisão de 20 microssegundos, a mudança no comprimento do dia causado pelo terremoto de Sumatra é demasiadamente pequena para ser observado, o mesmo valendo para a previsão da equipe de Landerer.

Artes: No topo, modelo de previsão mostra a previsão da elevação de temperatura em diversas regiões do planeta. Na seqüência, o Dr. Felix Landerer, do Instituto Max Planck, autor do trabalho.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Na política, a mentira de ontem é atacada somente para bajular a de hoje" - Jean Rostand