Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Mudanças Climáticas
Segunda-feira, 16 nov 2009 - 09h16

Degelo acelerado surpreende na Groenlândia e Antártida

Uma recente pesquisa publicada pela revista Science demonstra que a calota polar da Groenlândia está derretendo em ritmo acelerado há pelo menos dois anos. O mais assustador é que o degelo vem sendo confirmado através de imagens de satélites, independente de qualquer modelo ou previsão climática.


Clique para ampliar

No período entre 2006 e 2008, o derretimento do gelo alcançou 273 km³ por ano resultando num aumento de 0,75 mm no nível dos oceanos.

"Está claro, que observações confirmam a aceleração da perda da massa de gelo da Groenlândia desde o final dos anos 90 e as causas deste fenômeno permitem pensar que provavelmente continuará em um futuro próximo", afirma um dos autores o estudo, o glaciologista Jonathan Bamber, da Universidade de Bristol.

As projeções futuras são preocupantes. O derretimento total do gelo da Groenlândia elevaria em 7 metros o nível atual de nossos oceanos, dizem os especialistas. Desde 2000, a calota polar da Groenlândia perdeu 1.500 km³, o que gerou um aumento de 5 mm no nível dos oceanos em quase uma década.

De acordo com os cientistas, a situação ainda é compensada pois uma parte do gelo derretido na superfície das geleiras volta a congelar sob a neve a cada inverno. Sem esse processo natural, o volume de água perdido na calota teria sido o dobro observado desde 96.

Iceberg Antártida
Na última quinta-feira (12), um iceberg de 500 metros de comprimento foi descoberto a 8 quilômetros da ilha Macquarie, situada entre a Austrália e a Antártida. Segundo os pesquisadores, a massa de gelo tem cerca de 50 metros de altura e provavelmente faz parte de outro iceberg maior que se desprendeu da costa antártica.

A divisão australiana da Antártica informou que outros icebergs já foram levados em direção ao norte pelas correntes marítimas, mas nunca tinham chegado tão próximo à ilha, onde as águas são mais quentes.


Foto: no topo, iceberg de 500 metros é avistado entre a Austrália e a Antártida: Crédito: Murray Potter.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Dignidade não consiste em possuir honrarias, mas em merecê-las" - Aristóteles