Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Mudanças Climáticas
Quinta-feira, 26 nov 2009 - 13h01

Emissões de gases poluentes aumentaram 62% em 15 anos

O governo brasileiro divulgou nesta quarta-feira (25) novos dados que farão parte do segundo inventário nacional de emissões de gases causadores do efeito estufa. Segundo o relatório, as emissões brasileiras aumentaram 62% entre 1990 e 2005.

No período de 15 anos, o total de emissões nacionais de gás carbônico subiu de 1,4 gigatoneladas para 2,2 gigatoneladas. Após a conclusão do inventário, será possível detalhar as emissões dos poluentes nos setores de energia, processos industriais, agricultura, desmatamento, tratamento de resíduos e outros campos.

“Os dados oficiais do governo, são praticamente as tabelas do inventário. De agora até março, os números serão checados e verificados”, afirmou em entrevista o ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Resende.

Só o desmatamento foi responsável por 57,5% das emissões totais do país. Por conta das queimadas, as emissões aumentaram 70% entre 1990 e 2005. O segundo setor que mais contribui para o lançamento de gases na atmosfera foi a agricultura, cerca de 22% do total.

O setor energético aumentou suas emissões em 68% no mesmo período e sua participação na emissão total foi de 16,4%.

Os números deverão ser apresentados à Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-15) prevista para acontecer em dezembro, em Copenhague.


Efeito Estufa
Durante o dia, uma parte da energia irradiada pelo Sol é captada e absorvida pela superfície da Terra, enquanto outra parte é irradiada de volta para a atmosfera. De uma forma natural, os gases que existem na atmosfera funcionam como uma espécie de capa protetora que impede que o calor se disperse totalmente para o espaço exterior. Isso evita que durante a noite o calor se perca, mantendo o planeta aquecido durante a ausência do Sol.

Todo o processe que cria o efeito estufa é natural. Caso não existisse, a temperatura da superfície seria cerca de 34 graus mais baixa, praticamente impedindo a vida na Terra.

Alguns gases, como o CO2 (dióxido de Carbono) criam uma espécie barreira, exatamente igual a uma estufa, daí o nome do efeito. Essa barreira deixa passar livremente os raios solares mas impede que o calor saia.

Pelo exposto, é fácil concluir que um aumento no nível de CO2 na atmosfera aumentará a quantidade de calor aprisionado. Esse aumento de temperatura pelo efeito estufa é a causa primária do fenômeno do aquecimento global.

Como se vê, o Efeito Estufa gerado naturalmente pela natureza é fundamental para a vida na Terra. No entanto, se a composição dos gases for alterada, para mais ou para menos, o equilíbrio térmico da Terra também sofrerá mudanças.

O CO2 é responsável por cerca de 64% do efeito estufa e é formado pela queima incompleta dos combustíveis fósseis, entre eles o petróleo, gás natural, carvão e o desflorestamento.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A gente só diz sim ou não no casamento e, ainda assim, às vezes erra." - Itamar Franco