Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Mudanças Climáticas
Quarta-feira, 9 jun 2010 - 09h18

Primeiro quadrimestre de 2010 foi o mais quente já registrado

Apesar do friozinho que tem atingido boa parte do Brasil, as notícias sobre o aquecimento do Planeta não são nada boas. De acordo com um dos maiores institutos mundiais que estudam o fenômeno, o primeiro quadrimestre de 2010 foi o mais quente dos últimos 131 anos, com a temperatura média continental para o mês de abril atingindo 1.29 grau Celsius acima da média do século 20.

Aquecimento global - anomalia térmica

Segundo o National Climatic Data Center, NCDC, órgão americano ligado à NOAA, Administração Nacional Oceânica e Atmosférica, a temperatura combinada dos oceanos e áreas continentais em abril de 2010 também bateu o recorde mensal dos últimos 131 anos, atingindo 14.5 °C, 0.76 graus Celsius acima da média de todo o século 20, que era de 13.7°C. Este foi o 34º consecutivo mês de abril em que as temperaturas combinadas ficam acima da média.

De acordo com o NCDC, a temperatura dos oceanos também bateu o recorde quadrimestral do século 20, com 0.57°C acima da média de 16.0°C. Neste período, os dados mostraram que o aquecimento foi mais pronunciado nas porções equatoriais dos oceanos, com destaque para o oceano Atlântico.

Segundo o NCDC, abril foi caracterizado por condições muito quentes em boa parte do mundo. As maiores anomalias foram verificadas no sul da Ásia, norte da África, centro-oeste e nordeste dos EUA, Canadá, Europa e partes do norte da Rússia.

Aquecimento Global - Gráfico até 2010

Embora grande parte da área terrestre do planeta tenha sido atingida por temperaturas mais quentes que a média, condições mais frias prevaleceram em toda a Argentina, Mongólia, leste e sul da Rússia e na maior parte da China.

Os valores das temperaturas mundiais das áreas continentais colocam o mês de abril de 2010 como o terceiro mais quente da história, atrás apenas de abril de 2000 e abril de 2007, considerado o ano mais quente. A temperatura da água do mar, no entanto, foi a mais quente do século 20, mas com temperaturas mais frias que a média registradas nas latitudes mais elevadas, no oceanos do sul e partes do norte do Oceano Pacífico.

Globalmente, combinando os dados de temperaturas da superfície e do oceano, abril de 2010 foi o mês de abril mais quente já registrado desde que os registros começaram em 1880. O recorde anterior havia sido estabelecido em 1998. Os valores atuais combinados mostram que a anomalia térmica ficou 0,76 °C acima da média do século 20.


Gráficos: No topo, gráfico elaborado pelo NCDC mostra os diversos pontos do planeta onde as temperaturas se mostraram alteradas com relação à média. Pelo gráfico é possível observar que o hemisfério norte foi onde se verificou maiores desvios positivos de temperatura. Acima, gráfico elaborado pela Universidade de Columbia mostra uma reanálise da temperatura global com base em dados médios de 5 anos e 11 anos (para minimizar os efeitos do ciclo solar). O gráfico deixa claro que a temperatura global continuou a subir após 1998, ano da temperatura recorde no planeta no século 20. Crédito: NCDC/Universidade de Columbia/Apolo11.com







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates