Quarta-feira, 6 mai 2020 - 09h36
Por Rogério Leite

A hora é agora. Olhe pra cima que o trem vai passar!

Se você ainda não viu o trem de satélites Starlink passar, a hora é agora. Nesta quinta-feira, dezenas de satélites do último lançamento vão passar quase colados e poderão ser vistos antes do nascer do Sol em boa parte da região Sudeste. E na terça-feira, dia 12 de maio, tem mais. Se você não está no Sudeste, não se preocupe: leia o artigo!

Trem de satélites Starlink Grupo 6 cruzando céu do noroeste da América do Sul às 09h40 da manhã do dia 6 de maio de 2020. Observe que o Grupo de objetos está partido e foi subdividido em dois sub grupos, batizados Bloco 1 Bloco 2. Crédito: Satview.org.
Trem de satélites Starlink Grupo 6 cruzando céu do noroeste da América do Sul às 09h40 da manhã do dia 6 de maio de 2020. Observe que o Grupo de objetos está partido e foi subdividido em dois sub grupos, batizados Bloco 1 Bloco 2. Crédito: Satview.org.

Os satélites que poderão ser vistos pertencem ao Starlink Grupo 6, lançados ao espaço em 22 de abril de 2020. Para vê-los não é necessário nenhum esforço: é só olhar para cima em direção ao quadrante leste a partir das 05h14 da manhã de quinta-feira, dia 7 de maio. De São Paulo será observada uma carreata com mais de 30 satélites, alguns deles bem brilhantes.

Grupo Dividido
Da mesma forma que os grupos anteriores, o Grupo 6 também é composto de 60 objetos e foram colocados no espaço no sétimo lançamento da série.
Embora seja composto por 60 satélites, o grupo está atualmente dividido em dois blocos principais e alguns satélites desgarrados. O bloco que será observado na passagem do dia 7 é o Bloco 2 do Grupo 6.

Se você perder essa passagem, não se preocupe. Na terça-feira, 12 de maio, o trem passará após o pôr do Sol e poderá ser visto com bastante facilidade.

Starlinks
Com o lançamento do sexto grupo de satélites (sétimo lançamento), ocorrido em 22 de abril, a rede Starlink totalizou 422 objetos na orbita da Terra. Segundo a SpaceX, proprietária dos satélites, até 2025 serão lançados aproximadamente 30 mil objetos, com o objetivo de fornecer internet em banda larga a qualquer lugar do planeta, inclusive os polos, onde a conexão de internet é extremamente precária.


Grupo de Starlinks
Embora o lançamento do dia 22 de abril tenha sido o sétimo lançamento da frota de Starlinks, os objetos colocados no espaço pertencem ao grupo 6. Essa discrepância numérica acontece porque a SpaceX batizou informalmente o primeiro lote como "grupo 0", causando uma certa confusão numérica entre número de lançamento e o número do grupo.

Veja abaixo os grupos e suas datas de lançamentos

Grupo 0 - Lançado em 24 de maio de 2019 - Se encontram atualmente entre 440 km e 550 km de altitude.
Grupo 1 - Lançado em 11 de novembro de 2019 - Atualmente orbita a 550 km de altitude.
Grupo 2 - Lançado em 07 de janeiro de 2020 - Orbita a 550 km de altitude.
Grupo 3 - Lançado em 29 de janeiro de 2020 - Orbita a 550 km de altitude.
Grupo 4 - Lançado em 17 de fevereiro de 2020 - Orbita a 550 km de altitude.
Grupo 5 - Lançado em 18 de março de 2020 - Orbita a 550 km de altitude.
Grupo 6 - Lançado em 22 de abril de 2020 - Atualmente (6 de maio de 2020) estão a 360 km de altitude.

Antes de lançar os satélites Starlink, em fevereiro de 2018 a SpaceX colocou em orbita dois protótipos chamados Tintin A e Tintin B, que estão atualmente em orbita polar a 514 km de altitude.

Acesse o SATVIEW e rastreie os Starlinks

Como ver o trem de satélites Starlink
Normalmente, nas primeiras semanas após o lançamento a frota de satélites Starlink está bastante coesa em altitudes inferiores a 350 km, o que permite que sejam observados, aqui da Terra, na forma de um trem de pontos luminosos. À medida que o tempo passa, os satélites vão se distanciando entre si, além de serem elevados propositalmente com o objetivo de atingirem a altitude nominal de operação.

Para saber quando o trem passará visível a olho nu sobre a sua cidade, não necessariamente sobre o Sudeste, basta usar o site de rastreio SATVIEW. Ele é auto explicativo, mas antes de usa-lo é necessário fornecer à aplicação os dados de sua localização. Em seguida, na caixinha "Passagens Visuais" você encontrará uma tabela com as próximas passagens visuais sobre sua cidade.

Acesse o SATVIEW e rastreie os Starlinks

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.









Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2020

"Meu sonho é dever muito, não ter nada e, o resto deixar para os pobres" - François Rabelais -