Quarta-feira, 26 jan 2005 - 11h28

Astronautas fazem passeio espacial e instalam braço de 10 milhões de dólares

Dois astronautas da Estação Espacial Internacional, IIS, deixaram ontem o complexo orbital nas mãos dos controladores de terra e saíram em caminhada ao espaço, com o objetivo de instalar um braço robótico experimental e também inspecionar equipamentos que podem estar causando problemas no suprimento de oxigênio.

O passeio extraveicular, impossível de ser televisionado devido a um problema nas antenas da estação, foi o primeiro da missão dirigida por Leroy Chiao e Salizhan Sharipov, que já dura três meses e meio.

"Olá espaço, meu velho amigo", disse Chiao, um veterano em caminhadas espaciais.

Momentos antes, os controladores de terra caçoaram de Sharipov por estar cantando. Na foto ao lado o vemos inspecionando seu traje de caminhada espacial.

Devido à suspensão dos vôos dos ônibus espaciais, a tripulação da estação espacial está reduzida a apenas duas pessoas, um pouco menos que o usual. Como resultado, nenhum tripulante foi mantido dentro da estação para monitorar os sistemas. O monitoramento, mantido pelos controladores de terra, têm sido feito com maior freqüência desde o desastre da nave Columbia, há exatos dois anos.

Os controladores não puderam ver o passeio, realizado a 350 quilômetros de altitude. Devido a um problema atípico, o mecanismo de apontamento da antena que transmitiria os sinais travou. Somente os sinais de áudio foram transmitidos. As imagens foram transmitidas mais tarde, assim que o sol aqueceu o mecanismo, permitindo o re-apontamento da antena.

O norte-americano Chiao e o russo Sharipov levaram para fora da estação um mini braço robótico que chegou à estação no dia de Natal, junto com mantimentos extremamente necessários. Os suprimentos de água e comida estavam tão baixos que foram obrigados à uma dieta forçada.

O braço instalado, um dispositivo de 50 centímetros de comprimento, com duas câmeras e uma espécie de dedo na extremidade, foi fabricado por cientistas alemães a um custo de 10 milhões de dólares. É uma pequena versão daquilo que os engenheiros chamam de "robonautas", ferramentas que serão usadas futuramente para o reparo de satélites.

Outro motivo para o passeio espacial foi à inspeção das aberturas do principal gerador de oxigênio e também dos purificadores de ar. O gerador de oxigênio russo quebrou por diversas vezes e os engenheiros acreditam que possa estar corroído. Os purificadores de ar também têm história de mau funcionamento.

Mais um passeio extraveicular está programado para os dois tripulantes para março, um mês antes de ambos retornarem à Terra a bordo de uma cápsula russa.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"O homem tem de estabelecer um final para a guerra, senão a guerra irá estabelecer um final para a humanidade" - John Kennedy