ATENÇÃO
Ajude a manter GRÁTIS o conteúdo do Apolo11. Colabore conosco. Clique Aqui
Quarta-feira, 11 nov 2020 - 10h17
Por Rogério Leite

Conjunção do século: começa a aproximação histórica de Júpiter e Saturno

No dia 15 de novembro o céu será palco de um momento que promete ser marcante. Neste dia terá início a aproximação histórica entre os planetas Júpiter e Saturno, que culminará com a maior conjunção já vista desde 1623.

Para quem não sabe, o termo astronômico "conjunção" descreve o encontro visual de planetas na abóbada celeste. As conjunções planetárias são sempre belas e chamam muito a atenção.

Júpiter e Saturno são os maiores planetas do Sistema Solar e as grandes conjunções entre eles ocorrem a cada 20 anos e são sempre memoráveis. No entanto, a próxima conjunção desse tipo promete ser simplesmente fantástica.

De acordo com os cálculos, no dia 21 de dezembro de 2020 os dois planetas estarão apenas 0,1 grau angular separados um do outro. A última vez que isso aconteceu foi há 397 anos, em 1623. Para se ter uma ideia, 0,1 grau angular equivale a 1/5 do diâmetro da Lua vista no céu, ou metade da ponta do dedo indicador esticado em direção ao céu. Ou seja, os dois gigantes gasosos estarão praticamente colados entre si no firmamento.

A Hora é Agora
A próxima grande conjunção entre Júpiter e Saturno ocorrerá somente daqui 60 anos, em março de 2080 e não será tão colada como a deste ano. Então, aproveite. Seu bisavô não viu algo tão fantástico e provavelmente nós também não veremos mais. A hora é agora, olho no céu!

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.









Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2021

"O Orçamento é uma conta que se faz para saber como aplicar o dinheiro que já se gastou" - Barão de Itararé -