ATENÇÃO
Ajude a manter GRÁTIS o conteúdo do Apolo11. Colabore conosco. Clique Aqui
Terça-feira, 16 mar 2021 - 09h50
Por Rogério Leite

Estação Espacial despeja quase três toneladas de lixo no espaço

A Estação Espacial Internacional ficou ligeiramente mais leve após descartar no espaço um enorme container carregado de baterias usadas. Segundo especialistas, esse é o maior objeto já descartado na orbita da Terra.


Veja o momento do descarte do palete EP9, carregado de baterias de níquel-hidrogênio.


De acordo com os controladores da Estação Espacial Internacional, ISS, o lixo orbital deverá reentrar na atmosfera da Terra em dois ou quatro anos e segundo eles, queimará de forma inofensiva. Entretanto, nem todos consideram essa reentrada tão simples.

Para Jonathan McDowell, ligado ao Harvard-Smithsonian Center, o objeto descartado é extremamente denso, o que o torna uma espécie de lixo espacial bem diferente das naves ou satélites que reentram na atmosfera da Terra. Ele é menor e muito mais coeso e não há experiências anteriores que possam afirmar que se consumirá "inofensivamente" na atmosfera.

O que foi descartado no espaço
Batizado de EP9, o objeto foi descartado no espaço em 11 de março de 2021 e se trata de um palete que chegou à ISS em 2020, a bordo de um Veículo de Transferência H-II (HTV) japonês. O objetivo era substituir as antigas baterias de níquel-hidrogênio do laboratório orbital por novas baterias de íon-lítio, um processo bastante prolongado que exigiu uma série de caminhadas espaciais, EVAs, nos últimos cinco anos.

Anteriormente, as baterias deterioradas eram armazenadas em um veículo de transferência (HTV) descartável, que as trazia para a atmosfera da Terra onde era incinerados. No entanto, uma falha de lançamento em um veículo Soyuz ocorrida em outubro de 2018, que levava os astronautas Nick Hague e Alexey Ovchinin, interrompeu esse padrão de transporte e o EP9 foi transportado no último HTV, sem retorno à Terra.

Devido a esse problema, os gestores da ISS decidiram descartar o palete carregado de baterias nos espaço. O processo foi realizado pelos controladores do Johnson Space Center, da NASA, através do braço robótico de 17,6 metros da Estação Espacial. De acordo com a Nasa, o palete tem o tamanho de um SUV e está neste momento orbitando paralelamente à ISS.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.









Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2021

O país real, esse é bom, revela os melhores instintos; mas o país oficial, esse é caricato e burlesco" - Machado de Assis -