ATENÇÃO
Ajude a manter GRÁTIS o conteúdo do Apolo11. Colabore conosco. Clique Aqui
Quinta-feira, 14 jan 2021 - 10h27
Por Rogério Leite

Extra, extra! Cometa recém descoberto pode ser o mais brilhante de 2021

Um cometa recém descoberto nos primeiros dias do ano tem grande potencial de ser o cometa mais brilhante de 2021, com grandes chances de ser observável a vista desarmada. As imagens já revelam uma pequena cauda e deve ficar mais pronunciada na medida em que o objeto se aproxima da Terra.

Cometa C/2021 Leonard, em imagem registrada em 6 de janeiro de 2021 pelo astrônomo Filipp Romanov.<BR>
Cometa C/2021 Leonard, em imagem registrada em 6 de janeiro de 2021 pelo astrônomo Filipp Romanov.

Batizado de C/2021 A1 (Leonard), o objeto foi descoberto no dia 3 de janeiro de 2021 pela equipe do astrônomo Greg Leonard, através de imagens registradas pelo Observatório do Monte Lemmon, no Arizona.

Os astrônomos relataram que embora C/2021 A1 (Leonard) ainda esteja bem distante, atualmente entre as órbitas de Júpiter e Marte, alcançará o periélio, o ponto mais próximo do Sol, por volta de 3 de janeiro de 2022 e em 12 de dezembro de 2021 o cometa atingirá a maior aproximação da Terra, quando passará a uma distância de 35 milhões de quilômetros distância, 100 vezes a distância entre a Terra e a Lua. Alguns dias antes, em 18 de dezembro, C/2021 A1 (Leonard) passará por Vênus, a 4.2 milhões de quilômetros da atmosfera.

As estimativas indicam que C/2021 A1 (Leonard) pode atingir entre 4 a 5 magnitudes, o que o tornará um objeto possivelmente visível a olho nu próximo ao horizonte, durante os dias da sua maior proximidade com a Terra em dezembro de 2021

Orbita do cometa C/2021 Leonard. Observe a alta inclinação da orbita, quando comparada a dos planetas dentro do Sistema Solar.
Orbita do cometa C/2021 Leonard. Observe a alta inclinação da orbita, quando comparada a dos planetas dentro do Sistema Solar.

C/2021 A1 (Leonard) é um cometa ultrarrápido, se deslocando no espaço a 255 mil quilômetros por hora (70.6 km/s). Sua orbita é do tipo hiperbólica, o que significa que, ao menos teoricamente, nunca mais deverá retornará ao Sistema Solar, permanecendo nas profundezas do espaço.

Cometa a olho nu
Apesar de sua incrível velocidade, não espere ver C/2021 A1 voar pelo céu. Como os planetas, os cometas também se movem mais rapidamente que as estrelas de fundo, mas devido às grandes distâncias envolvidas o movimento parece bem mais lento. Através de telescópio ou binóculos, o movimento de qualquer cometa só é perceptível ao comparar a posição entre intervalos de cinco ou dez minutos.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.









Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2021

O país real, esse é bom, revela os melhores instintos; mas o país oficial, esse é caricato e burlesco" - Machado de Assis -