Procure no Apolo11
Segunda-feira, 3 jan 2022 - 09h24
Por Rogério Leite

La Palma: A incrível transformação da ilha do Cumbre Vieja

Até 19 de setembro de 2021, quando o vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção, o flanco oeste da ilha de La Palma era pontilhado de casas, estradas, piscinas e lindas plantações agrícolas. Após a erupção, por mais de quatro meses os lentos fluxos de lava abriram caminho através do pico vulcânico e deixou a ilha completamente desfigurada, lembrando mais uma paisagem lunar do que um paraíso tropical.

Ilha de La Palma, registrada pelo satélite LANDSAT 8 em 21 de maio de 2021, antes da erupção do vulcão Cumbre Vieja.
Ilha de La Palma, registrada pelo satélite LANDSAT 8 em 21 de maio de 2021, antes da erupção do vulcão Cumbre Vieja.

Imagem registrada pelo satélite LANDSAT 8 em 15 de dezembro de 2021, após a erupção do vulcão Cumbre Vieja, mostra a incrível quantidade de fluxos de lava que tomaram conta da ilha.<BR>
Imagem registrada pelo satélite LANDSAT 8 em 15 de dezembro de 2021, após a erupção do vulcão Cumbre Vieja, mostra a incrível quantidade de fluxos de lava que tomaram conta da ilha.

Vista através de imagens de satélites, grande parte de La Palma está agora totalmente irreconhecível, como revelam essas imagens registradas pelo instrumento OLI - Operational Land Imager - a bordo do satélite de sensoriamento remoto Landsat 8.

A primeira imagem foi adquirida antes da erupção, em 21 de maio de 2021, enquanto a segunda cena, que mostra a mesma área, foi obtida em 15 de dezembro de 2021, três meses após o início das atividades. Nas fotos, as casas aparecem como pequenos retângulos brancos, muitos deles são estufas usadas para cultivar bananas. Restos escuros de um antigo fluxo produzido pela erupção de 1949 corta o terço inferior de ambas as imagens.

Embora as erupções tenha praticamente cessado, os lentos fluxos de lava têm causado enormes danos às residências, infraestrutura e terras agrícolas e algumas áreas que não foram diretamente invadidas pela lava foram cobertas pelas cinzas.

De acordo com o Serviço de Gerenciamento de Emergências Copernicus, emitido em dezembro de 2021, a erupção do Cumbre Vieja destruiu pelo menos 1600 edifícios, sendo que 12 quilômetros quadrados de terra foram destruídos pela lava, incluindo pelo menos 4 quilômetros quadrados de plantações. Estimativas iniciais indicam que a erupção da Ilha causou prejuízos que chegam a mais de 1 bilhão de dólares


Erupção Finalizando
Após três meses de fluxos de lava vigorosos e diversas atividades explosivas, os registros sismográficos mostram que a erupção pode estar terminando. Em 14 de dezembro, geólogos do Instituto de Vulcanologia das Ilhas Canárias (INVOLCAN) notaram um declínio acentuado na atividade sísmica, além de diminuição expressiva das atividades explosivas, emissões de dióxido de enxofre e fluxos de lava.

Embora a atividade possa aumentar novamente, dez dias seguidos de inatividade deve levar as autoridades científicas locais a declarar o fim da erupção do Cumbre Vieja.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.




Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2022

-