Sexta-feira, 30 mai 2008 - 10h14

Mars Express capta sinais da Phoenix durante a entrada em Marte

Durante a operação de descida da sonda norte-americana Phoenix Mars Lander na superfície de Marte no último domingo, o centro de controle da nave européia Mars Express também estava monitorando todos os passos da missão e através do sistema de comunicação a bordo da nave, conhecido como Melacon (Mars Express Lander Communication), captou os diversos sinais de telemetria emitidos pela Phoenix.

Os dados da Mars Express foram enviados à Terra instantes após o pouso da Phoenix e são fortes e bastantes claros. A mínima distância entre as duas naves chegou a apenas 1550 km.

Clique aqui e ouça os sinais captados pela Mars Express (450 kbytes)

A ESA, Agência Espacial Européia, não informou quais tipos de dados o sinal captado carregava, mas é possível ouvir nitidamente a variação de freqüência provocada pelo efeito Doppler, causada pela aproximação e afastamento da Phoenix da Mars Express.

Na Terra, o efeito Doppler é facilmente percebido por qualquer pessoa. É só ouvir o som de uma ambulância em movimento com uma sirena ligada. Quando está longe o som percebido é agudo, mas se torna mais grave à medida que se aproxima. Após a passagem, o fenômeno se inverte, e o som passa a ser percebido cada vez mais grave. Esse efeito permite medir a velocidade dos carros nas estradas e é utilizado nos radares de velocidade.

Segundo a agência européia, o sinal continuou a ser captado inclusive durante o blackout de rádio observado no momento da entrada na atmosfera, causado pela ionização ao redor da nave. Essa ionização é provocada pelo intenso atrito da sonda com as partículas dos gases presentes na alta atmosfera, que os incandesce formando o chamado plasma. Apesar de se dizer que os sinais de rádio são bloqueados pelo plasma, alguns comprimentos de onda podem romper a blindagem ionizada, mas são tão débeis que somente equipamentos muito sensíveis e próximos podem captá-los.

O sinal captado pela sonda Mars Express e divulgado pela ESA também contém o ruído natural produzido pelos próprios equipamentos internos e também pelos dispositivos a bordo da Phoenix.

Clique aqui e veja como foi a descida da sonda (5.7 mbytes)

Nos próximos dias os engenheiros europeus deverão usar o Melacon em 15 oportunidades diferentes. Pelo menos uma delas terá o objetivo de demonstrar aos cientistas da Nasa que entre as capacidades da sonda européia está a de poder ser usada como retransmissora de dados, permitindo que os engenheiros americanos possam contar com mais um dispositivo de contato com a Phoenix e os robôs no Planeta Vermelho.

Ilustrações: No topo, imagem feita da sonda Phoenix pela sua própria câmera de alta resolução. A cena, captada na superfície de Marte no dia 26 de maio de 2008, mostra a bandeira americana e um Mini-DVD feito pela instituição Planetary Society, que o embarcou na missão. A mídia contém mensagens aos futuros exploradores do planeta, histórias de ficção científica e o nome de mais de 4 milhões de habitantes da Terra. No detalhe, parte do espectrograma de áudio, como captado pela sonda Mars Express. Créditos: ESA/NASA/JPL.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Amargas são as lágrimas derramadas, mas ainda mais amargas são as que não se derramam" - Provérbio irlandês