Quinta-feira, 10 dez 2009 - 15h44

Meteoro na Noruega pode ter sido provocado por míssil russo

Apesar de não haver nenhuma nota oficial por parte do governo russo, o estranho fenômeno ocorrido nos céus da Noruega na noite da última terça-feira (8/dez), pode ter sido de fato causado por uma falha ocorrida em um míssil balístico intercontinental do tipo Bulava, ainda em fase de testes.


Clique para ampliar

As suspeitas sobre a possibilidade de ter sido um míssil russo aumentaram depois que uma mensagem do tipo Navtex foi emitida para a região do Mar Branco e que foram reforçadas por fotografias feitas durante o fenômeno. As cenas registraram o que parece ser a fase inicial da propulsão de um lançamento típico desse tipo de foguete.

O sistema Navtex é um serviço automático de recepção de mensagens marítimas, que informa aos navegantes sobre as condições meteorológicas e sobre fechamentos de áreas usadas em testes militares.


O Fenômeno
O estranho objeto surgiu no céu da Noruega na última terça-feira e deixou atônitos os moradores das cidades de Trøndelag e Finnmark, no norte do país. O fenômeno surgiu de trás das montanhas como uma luz azulada e em seguida parou acima do horizonte e começou a girar até formar uma gigantesca espiral que cobriu todo o céu. Em seguida, um feixe de luz verde-azulado saiu de dentro do objeto e assim permaneceu durante 20 minutos até desaparecer.

Fred Hansen, um dos moradores de Finnmark, descreveu o evento como "uma grande bola de fogo que ficou dando voltas e voltas". Segundo Axel Rose, da cidade de Alta, o fenômeno se parecia com uma espiral gigante e pensou que se tratava de algum tipo de projeção.

O astrônomo norueguês Knut Jørgen disse que nunca viu algo parecido. "Primeiro pensei que fosse um meteoro, um bólido, mas demorou mais que o habitual para esse tipo de fenômeno". Knut ja havia levantado a possibilidade da estranha luz ter sido causada por um míssil disparado no Mar Branco, mas não quis afirmar até ter mais elementos.

O instituto meteorológico da Noruega teve as linhas telefônicas congestionadas com tantas ligações recebidas. De acordo com o site Daily Mail, astrônomos disseram que o fenômeno não parecia estar relacionado às auroras boreais, tão comuns nas latitudes elevadas.

Leia também: Vídeos: Rússia confirma que falha em foguete provocou meteoro na Noruega


Foto: Apesar de parecer uma montagem fotográfica, a cena é real e mostra a espiral luminosa criada pelo evento, ainda sem explicação oficial, ocorrido no norte da Noruega na noite de terça-feira (9/dez/2009). O detalhe mostra a fumaça deixada após o desaparecimento do fenômeno e que segundo os especialistas ajuda a comprovar que foi provocado por uma falha em um míssil balístico russo, reforçando as evidências levantadas após mensagem do sistema Navtex para o Mar Branco. Na sequência, vídeo mostra o fenômeno como observado pelos moradores de Trøndelag e Finnmark. Acima, outro vídeo mostra uma falha em um míssil americano do tipo Trident. Repare as espirais geradas pelos propulsores. Crédito: VG Nett/Youtube/WWW.APOLO11.COM.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Os homens deveriam fazer com suas esperanças o que fazem com suas galinhas: cortar suas asas para que não possam fugir voando" - Lorde Halifax