Sábado, 14 abr 2007 - 07h03

Nasa confirma que erro humano danificou sonda em Marte

Após estudar o planeta Marte por um período quatro vezes maior que o planejado, em novembro de 2006 a sonda Mars Global Surveyor deixou de funcionar. Durante vários dias os cientistas norte-americanos ainda tentaram restabelecer contato com o orbitador, mas as tentativas foram em vão.

Cinco meses depois da perda da sonda, uma junta da NASA concluiu que a Mars Global Surveyor, ou MGS, foi perdida devido à falta de alimentação causada por uma complexa seqüência de eventos envolvendo a memória do computador de bordo e transmitidos através de comandos errôneos enviados pelos operadores em terra. Em outras palavras, a sonda que havia feita nada menos que 240 mil fotos da superfície marciana, quebrou devido a erro humano.

"A perda da espaçonave foi resultado de uma série de eventos ligados ao computador de bordo, quatro meses antes do esgotamento total das baterias", disse Dolly Perkins, diretor-técnico do Centro Espacial Goddard, da Nasa.

De acordo com o comunicado oficial da Nasa, no dia 2 de novembro, depois da sonda ser orientada a efetuar um ajuste de rotina em seus painéis solares, o computador de bordo enviou uma série de mensagens de alertas, silenciando em seguida. Estes foram os últimos dados recebidos. Posteriormente, a sonda foi reorientada, mas de forma incorreta, em um ângulo que expôs uma de suas duas baterias diretamente em direção ao Sol. Isso causou seu super aquecimento e posterior queda de tensão da segunda bateria.

O incorreto apontamento da antena impede ao orbitador de enviar dados telemétricos aos controladores, mas o software do sistema de segurança poderia automaticamente corrigir a posição, desde que as condições térmicas fossem seguras.

A junta também concluiu que a equipe da MGS seguiu os procedimentos existentes, mas que esses procedimentos forma insuficientes para detectar os erros apresentados. A junta também está finalizando as orientações a serem aplicadas a outras missões, como testar todos os modos de contingência em caso de super aquecimento.

A Mars Global Surveyor foi lançada em 1996 e nas proximidades do planeta vermelho mais que qualquer outro veículo similar, quase quatro vezes mais que o previsto em seu projeto original. A sonda retornou à Terra detalhadas informações que ampliaram em muito o conhecimento científico do planeta, entre eles a descoberta de que a água líquida ainda circula em pequenos declives subterrâneos e a identificação de depósitos de água e minerais próximo ao local de pouso.

Fotos: No topo, concepção artística mostra a Mars Global Surveyor. Na imagem acima, captada pela sonda em 12 de setembro de 1998, vemos o polo norte de Marte, composto de gelo e poeira, ali depositados durante milhões de anos. Crédito: JPL, Laboratório de Propulsão a Jato da NASA.

Saiba mais sobre a perda da Mars Global Surveyor:
Nasa confirma perda de contato com sonda em Marte
Confirmada a perda da Mars Global Surveyor

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"A recordação da alegria não é mais alegria / enquanto a recordação da dor é dor ainda" - Byron