Sábado, 1 nov 2008 - 08h51

Nave indiana Chandrayaan-1 se aproxima da Lua e tira fotos da Terra

Lançada no dia 21 de outubro em direção à Lua, a nave indiana Chandrayaan-1 continua cumprindo todas as etapas da sua jornada e no dia 29 entrou em sua quarta órbita de transferência, realizando as manobras necessárias antes de atingir a órbita de inserção lunar.

Foto da Terra vista pela Chandrayaan-1

Durante a manobra, os propulsores de 440 Newtons da nave foram acionados por três minutos, colocando a sonda indiana em órbita altamente elíptica, com apogeu de 267 mil quilômetros e perigeu de 465 km. Dessa forma, a atual órbita da nave se estende a mais da metade da distância Terra-Lua, levando aproximadamente seis dias para completar 1 revolução ao redor da Terra.

Apogeu é a maior distância com relação à Terra e perigeu é e menor distância.

De acordo com a agência espacial indiana, ISRO, todos os sistemas estão operando corretamente e mais uma manobra de correção está programada para inserir a nave na órbita lunar, a 384 mil km da Terra.


Câmeras
Durante as manobras de alteração de órbita, os engenheiros indianos aproveitaram para testar alguns dos instrumentos que coletarão os dados na órbita lunar, entre eles a câmera TMC (Terrain Mapping camera), operada pela Rede de Rastreio, Telemetria e Comando da Índia, localizada na cidade de Bangalore. A câmera foi apontada para a Terra e a análise das primeiras imagens confirmam a excelente performance da câmera.

Foto da Terra vista pela Chandrayaan-1

A primeira cena foi registrada de altitude de 9 mil quilômetros, após a saída do perigeu e mostra a costa norte da Austrália, enquanto a segunda imagem mostra a costa sul do país a 70 mil quilômetros de altitude. As fotos foram feitas com intervalo de 270 minutos dentro do espectro visível.

Na primeira semana de novembro a sonda terá seus motores novamente acionados, lançando a sonda definitivamente rumo à Lua, onde permanecerá por dois anos a uma altitude de 100 km.


Fotos: No topo, sul da Austrália captado a 70 mil km de altitude. acima, norte do país visto a 9 mil km de altitude. No detalhe, órbita elíptica atual da nave, com apogeu de 267 mil km e perigeu de 465 km. Fonte: ISRO

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Dizer a verdade é tão difícil quanto ocultá-la" - Baltasar Gracin