Procure no Apolo11
Quinta-feira, 29 jan 2009 - 09h40

Planeta extrasolar aquece 700°C em apenas apenas 6 horas

A elevação de alguns graus acima da média na temperatura da Terra é um fator preocupante não só para os cientistas que estudam o clima, mas para toda a população que a cada dia testemunha os efeitos diretos do aquecimento global. As variações previstas na temperatura do planeta são pequenas e não passam de poucos graus para o próximo século, mas causarão grandes mudanças na vida na Terra.

Se você acha que o aquecimento global está incomodando e que não adianta tomar sorvetes pra refrescar, imagine então um planeta distante, capaz de variar a temperatura e ficar 700 graus mais quente em apenas algumas horas. Pois esse planeta existe e foi descoberto por astrônomos da Universidade da Califórnia.

Batizado de HD8606b, o planeta é um gigante gasoso quatro vezes superior a Júpiter, o maior do Sistema Solar. Localizado a 200 anos-luz de distância, sua órbita é tão excêntrica que quando está no ponto mais próximo da estrela recebe 850 vezes mais radiação do que quando está no ponto mais distante.

Continua após a publicidade


Para medir a temperatura do planeta os cientistas utilizaram os sensores em infravermelho do telescópio espacial Spitzer, da Nasa e registraram variações de temperatura entre 527°C e 1.227°C em um intervalo de apenas seis horas. "Esta é a primeira vez que detectamos em tempo real mudanças tão bruscas em um planeta fora do Sistema Solar", disse Greg Laughlin, ligado ao Observatório Licky e um dos autores da descoberta. "Os resultados são muito interessantes e nos dá importantes pistas sobre as propriedades da atmosfera do planeta".

A precisão da medida da velocidade foi crucial para a estimativa da temperatura. As observações em infravermelho precisaram ser centradas no eclipse secundário, momento em que HD8606b passou por trás da estrela. Esse desaparecimento momentâneo permitiu então calcular a órbita do planeta e ajustar as medidas para a determinação da temperatura.

Segundo os pesquisadores HD8606b descreve uma órbita em torno da estrela (HD8606) a cada 111 dias e sua camada superior absorve e perde calor muito rapidamente. Segundo os pesquisadores os efeitos da variação de temperatura podem ser descritos como uma explosão, produzindo ventos de mais de 18 mil quilômetros por hora à medida em que sua atmosfera esquenta, mas que se acalmam com o distanciamento do planeta à estrela.

Os últimos cálculos mostram que HD8606b transitará na frente do disco estelar no próximo dia 14 de fevereiro, o que já está causando agitação entre os astrônomos amadores e profissionais de todo o mundo.


Arte: Concepção artística mostra como seria o planeta extrasolar HD8606b. O planeta tem quatro vezes o tamanho de Júpiter e orbita a estrela-mãe a cada 111 dias. Crédito: Carnegie Institution for Science.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.


Sexta-feira, 24 nov 2023 - 06h20
Sexta-feira, 17 nov 2023 - 05h30


Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2023

"A origem da ação é a falta de fantasia; é a última saída para aqueles que não sabem sonhar." - Oscar Wilde -