Sexta-feira, 24 out 2008 - 09h51

Sonda japonesa não confirma existência de água na Lua

Cientistas da Agência Espacial Japonesa, JAXA, confirmaram em artigo publicado na revista Science que a sonda japonesa Selene-Kaguya não encontrou traços de água no interior da cratera Shackleton, localizada no pólo sul da Lua. O resultado confirma as sondagens feitas anteriormente pelo radiotelescópio norte-americano de Arecibo, em Porto Rico, em 2003 e 2006, que também não confirmaram a presença de gelo próximo ao pólo sul lunar.

Cratera lunar Shackleton

O motivo da sondagem da cratera se deve ao fato de que nos anos 90 as sondas Lunar Prospector e Clementine, da Nasa, detectaram o que poderia ser sinais de gelo no interior de algumas crateras. Devido à posição geográfica e profundidade, a luz do Sol nunca atinge o fundo da cratera o que permitiria a formação de reservatórios de água gelada.

Para fazer as imagens do fundo da cratera a sonda japonesa utilizou a própria luz solar, refletida pelas paredes da encosta íngreme. No entanto, o reflexo obtido não condiz com a presença de água no interior da cratera.

De acordo com o pesquisador Junichiri Haruyama, que assina o artigo, os sinais detectados anteriormente pelas sondas americanas podem ser interpretados agora como gelo misturado ao solo, gelo coberto pelo solo ou hidrogênio trazido pelo vento solar. "Acredito muito na terceira hipótese, mas as outras podem acabar sendo as verdadeiras", disse o cientista.

Futuros Exploradores
O resultado negativo da descoberta de água no pólo sul lunar pode ser um problema para as futuras gerações de exploradores humanos na Lua, uma vez que os depósitos de água podem fornecer condições de maior tempo de permanência no local. No entanto, a não localização de água no interior da cratera Shackleton não desanimou os pesquisadores, já que existem outras crateras em condições de armazenar água congelada em seu interior.

A pesquisa por água na Lua continua bastante avançada, com dois países - China e Japão - atualmente em órbita do nosso satélite. Em alguns dias a Índia também estará mapeando a superfície Lunar com o Chandrayaan-1 e em fevereiro será a vez dos EUA, que deverão enviar para lá o Lunar Reconnaissance Orbiter, LRO


Foto: Imagem de radar da cratera Shackleton feita pelo radiotelescópio de Arecibo, em 2005. Devido à posição geográfica e profundidade, os raios de Sol nunca atingem o fundo da cratera. Crédito: NASA/Goddard Space Flight Center.

LEIA MAIS NOTÍCIAS
Base de Dados Completa

Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Quem não compreende um olhar, tampouco há de compreender uma longa explicação" - Provérbio Arabe