Apolo11.com - Imagens de satélite, tecnologia e fenômenos naturais



Imagens de satélite e sensoriamento remoto

Expedição científica latino-americana atinge Pólo Sul Geográfico
São Paulo, 04 de Dezembro de 2004
ÍNDICE GERAL   

O dia é 25 de novembro. A temperatura é 30,1º negativos, a uma altitude de 2.622 metros acima do nível do mar. O cenário é o Platô Antártico, a região mais seca, mais fria e menos conhecida do planeta Terra, que preparou para a equipe científica chileno-brasileira da Antártica, perto da sua chegada ao Pólo Sul Geográfico, "um dos fenômenos meteorológicos mais belos, a ‘poeira de diamante’".

A cena está descrita no diário de bordo da equipe da primeira expedição científica latino-americana para o centro do continente gelado, que atingiu o Pólo Sul Geográfico por terra, às 21h30 do dia 30 de novembro, e retornou nesta quinta-feira (02) para a estação chilena Patriot Hills, realizando diversos estudos sobre o gelo. O grupo formado por 12 chilenos e pelo brasileiro Jefferson Cardia Simões, da UFRGS - Universidade Federal do Rio Grande do Sul percorreu 1.140 km em 16 dias, a partir da estação polar chilena.

O objetivo é avançar na investigação do papel da Antártica nas mudanças ambientais globais, principalmente no controle do clima da América do Sul. Os perigos foram a baixa temperatura, ventos de mais de 160 quilômetros por hora, além de fendas que podem chegar a 50m de profundidade.

Na bagagem, 600 kg de equipamentos científicos, inclusive perfuradora de gelo e material para avaliar a amostragem do gelo antártico, que saiu do Brasil. O meio de transporte é um trator polar sueco Berco TL-6, configurado para funcionar abaixo de 60º negativos. Esse veículo rebocou contêineres com combustível, alimentação, barracas e equipamento científico.

Apesar do sucesso da missão, Simões considera que a parte mais importante da travessia será realizada no retorno, quando o pesquisador, primeiro brasileiro a atravessar o manto de gelo antártico e a atingir o Pólo Sul Geográfico, irá perfurar vários poços no gelo para coletar amostras de neve que caiu ao longo dos últimos 400 anos. A expedição deverá ser concluída somente na primeira semana de janeiro de 2005.

Outro brasileiro que compõe a equipe de pesquisadores da expedição é o professor da UFRGS, Francisco Aquino, que está realizando estudos sobre o clima na estação de Patriot Hills.

Jefferson Simões é pesquisador do CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, vinculado ao Ministério da Ciência e Tecnologia, e do Proantar - Programa Antártico Brasileiro.

  • Leia também: Cientistas brasileiros partem rumo à Antártida
  • Visite o site oficial da expedição



    Assessoria de imprensa do MCT





  • IMAGENS DE SATÉLITES !    Clique e conheça nosso Vídeo Workshop de sensoriamento remoto e imagens meteorológicas.
    Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2001 - 2018
    Política de Privacidade

    "O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire