Siga o Apolo11 no Facebook   Siga o Apolo11 no Twiiter
Ciência, Espaço e Tecnologia

Lunetas e Telescopios

Gustavo Star

22/09/2008
14h54
Astronomia....Faculdade.
Categoria: Astronomia e Astrofísica

Eu queria saber que pra se tornar um astrônomo primeiro tem que fazer faculdade de Física ou se tem cursos já direcionado para esse segmento?

Abraços e boa semana.


Victor Hugo

22/09/2008
17h38
Olá Gustavo,

No Brasil, o único jeito de se tornar astrônomo é fazendo faculdade de Física e tirando Pós Graduação em Astronomia, ou então fazer faculdade de Astronomia direto (bacharelado) somente na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) ou então Física com Habilitação em Astronomia, pela USP.

Como ambas são públicas você não vai gastar nada. Existe também a ITA (Instituto de Tecnologia Aeronáutica) que possui engenharia aeronáutica. Não sei se lhe interessa, mas é uma ÓTIMA instituição. É pública também, você paga apenas R$30,00 por mês para ter hospedagem no próprio ITA.

Grande abraço!

:)


Gustavo Star

22/09/2008
18h28
Valew Victor...vou atrás sim kara...axo muito 10 poder estudar o espaço...

Valew pela dica e t+.

Gustavo


Juninho-AL

26/09/2008
18h47
"Não basta apenas gostar de observar os astros para se tornar um astrônomo profissional, é necessário também ter afinidade com as ciências exatas, porque o astrônomo precisa saber muita matemática e muita física antes de se tornar fera em astronomia.Para os que não gostam destas áreas, sugiro não insistir na carreira como profissional e sim se dedicar a astronomia como amador. Os astrônomos amadores são grandes estudiosos e conhecedores do universo e contribuem bastante com os profissionais. Mas quem achar que gosta tanto de astronomia para se tornar um astrônomo pode escolher entre cursar astronomia ou cursar física. A única universidade no país que oferece o curso de astronomia na graduação é a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).A Universidade de São Paulo oferece o curso de física com habilitação em astronomia e também é uma excelente opção. Mas a maioria dos astrônomos não faz o curso da UFRJ ou o da USP e sim o curso de física nas diversas universidades do país. Todos os graduados precisam fazer pós-graduação em astronomia, ou seja, mestrado e doutorado. É no curso de pós graduação que o profissional se especializa e se torna um pesquisador na área. Então tanto faz se ele estudou física ou astronomia, pois os cursos de pós-graduação serão os mesmos tanto para o físico quanto para o astrônomo.

A formação de um astrônomo demora, são 4 anos de graduação, 2 anos de mestrado e mais 4 anos de doutorado. Depois disto o astrônomo ainda faz estágios de pós-doutorado, aonde ele tem um contrato geralmente por 2-3 anos. Depois de muita pesquisa e já experiente o astrônomo está pronto para fazer concursos para os diversos centros de pesquisas e universidades do país e do mundo. O Brasil possui excelentes centros, entre eles, o Instituto de Pesquisa Espacial de S.J.dos Campos, o Observatório Nacional no RJ e o Laboratório Nacional de Astrofísica em Itajubá, mas a grande maioria dos astrônomos do país são professores universitários dentro dos departamentos de física ou geociências. A vida acadêmica é cheia de atividades, além de lecionar, o doutor em astronomia faz pesquisa durante pelo menos 50% do tempo. Tem também um monte de outras tarefas como ir observar, analisar dados, participar de congressos e orientar alunos. É uma vida bem eclética, afinal os acadêmicos são os intelectuais da nossa sociedade!

Sugiro ao interessado em se tornar um astrônomo a visitar algum centro ou universidade antes de tomar a decisão final. Procurem pelos cursos de física que tenham astrônomos no corpo doscente e façam uma visita às universidades para saber mais sobre o curso. Geralmente existem oportunidades ainda durante a graduação de se fazer iniciação científica com bolsa de estudos. Eu recomendo que todos passem por esta etapa antes de mergulharem fundo na pesquisa. Ah, e antes que me esqueça, os mestrandos e doutorandos em astronomia também recebem bolsa de estudos. O salário não é alto, mas dá para sobreviver. Eu sempre sobrevivi com bolsa de estudos e todos os astrônomos no Brasil e no mundo que conheço passaram por isto também. O sacrifício é recompensado depois com viagens pelo mundo todo e com um conhecimento do universo que poucos possuem."

Vi esse artigo no site da superinteressante, no blog muler das estrela achei interessante e tira muitas duvidas, espero ter ajudado.

ABRAÇOS FUI!!


Gustavo Star

26/09/2008
20h59
É verdade, ser um astrônomo não é nada fácil, no mínimo 10 anos de estudos...é pra poucos mesmo...
Importante: Todos os posts são de total responsabilidade dos seus autores e não refletem necessariamente a opinião do Apolo11.com. Informações sobre nossa Política de Privacidade podem ser encontradas no rodapé da página.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A avareza e a cobiça do poder não são paixões - são medo." - Carl Ehrensvard