Siga o Apolo11 no Facebook   Siga o Apolo11 no Twiiter
Ciência, Espaço e Tecnologia

Lunetas e Telescopios

Bitil

04/12/2008
19h10
Informações sobre meteoros e meteoritos
Categoria: Astronomia e Astrofísica

Em primeiro lugar boa noite! Sr. Rogério, eu gostaria de saber se existe uma estatística sobre a quantidade de meteoros que se desintegram em nossa atmosfera? É muito interessante à quantidade de (chamamos carinhosamente de estrelas cadentes), que riscam o firmamento. Não sei se estou enganado, mas, das 3hs às 4hs parece que a quantidade que caem, é ainda maior. Uma outra curiosidade minha. Quando um determinado canal de TV notícia a queda de um meteoro em solo terrestre, quase sempre ele é encontrado em áreas desabitadas como desertos, ou nas regiões polares ou no mar e nunca em áreas residenciais. Isso é verdade ou eu estou enganado? E se for verdade, porque isso de cair em áreas desabitadas acontece?

Cláudio

04/12/2008
23h12
Caro Bitil

Buscando resposta a sua pergunta,encontrei no livro de Isaac Asimov,"111Questões sobre a terra e o espaço"algumas informações que poderão te orientar.

A pergunta é "Os meteoritos representam perigo à vida e à propriedade".

claro que sim.Não é preciso refletir muito para concluir que uma dessas rochas e metais bombardeando a Terra aleatoriamente cedo ou tarde vai atingir alguém.Até agora,embora se saiba de casas e carros atingidos por meteoritos,não se conhece nenhum caso de uma pessoa vitimada.Mas é razoável pensar que é só questão de tempo para isso acontecer.

Sendo a Terra grande,é muito mais provável que um meteorito caia num oceano,num deserto,num bosque ou fazenda esparsamente ocupada do que sobre um ser humano ou numa cidade.Não obstante,a população humana cresce,as cidades se expandem,e o planeta se enche cada vez mais de estruturas feitas pelo homen,o que dilata o alvo e aumenta a possibilidade de um meteorito causar uma tragédia.

Obviamente,quanto maior o meteorito,pior o estrago,mas os meteoritos grandes são muito mais raros do que os pequenos.O maior da história caiu em 1908 na parte central da Sibéria derrubando as árvores de uma floresta numa área de 32 quilômetros.Um rebanho de cervos foi dizimado,mas nenhum ser humano morreu,tratando-se de uma região desabitada.Há 25 mil anos, um meteorito ainda maior teria atingido o atual Arizona nos EUA,cavando uma cratera de 800 metros de diâmetro.Por se tratar de uma área deserta,em grande parte livre dos efeitos da água e da atividade humana,a cratera ainda é visível.Se caísse hoje numa cidade,um meteorito igual á riscaria do mapa num segundo.

Há sinais de impactos ainda mais violentos ocorridos milhões de anos atrás,cujas crateras se erodiram sob ação do vento,da água e da vegetação,mais ainda podem ser detectadas.

Um abraço


Apolo11.com

06/12/2008
06h19
Caro Bitil, tudo bem?

Não temos as respostas à todas as perguntas. Algumas precisam de tempo e pesquisa para serem respondidas de forma adequada e nem sempre são simples. Para isso temos o Fórum, onde outros participantes podem colaborar.

De acordo com o cientista Bill Cooke, ligado à Nasa e um dos maiores especialistas no assunto, aproximadamente 150 mil objetos atingem a Terra todos os anos. Normalmente os fragmentos não ultrapassam 10 gramas e chegam à superfície numa média de 1 fragmento para cada 2.590 km².

Meteoros de grande porte, como o que atingiu o Canadá em novembro último, são raros e a cada ano menos de cinco são registrados (o que não quer dizer que não existiram).

Os meteoróides atingem a atmosfera 24 horas por dias e não existe um período em que isso ocorre com maior frequencia, exceto durante as chuvas de meteoros, quando a Terra passa pela esteira de fragmentos e impacta com maior quantidade deles.

Quanto aos objetos cairem em locais desabitados, é devido ao fato que mais 85% da Terra é composto por áreas desse tipo, entre oceanos, desertos, florestas, etc. Assim, é bastante razoável que a maior parte dos fragmentos atinjam essas áreas.

Espero ter esclarecido.

Rogério Leite

Importante: Todos os posts são de total responsabilidade dos seus autores e não refletem necessariamente a opinião do Apolo11.com. Informações sobre nossa Política de Privacidade podem ser encontradas no rodapé da página.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A gente só diz sim ou não no casamento e, ainda assim, às vezes erra." - Itamar Franco