Siga o Apolo11 no Facebook   Siga o Apolo11 no Twiiter
Ciência, Espaço e Tecnologia

Lunetas e Telescopios

Kakera

09/01/2009
11h10
Orbita
Categoria: Satélites e Ciências Espacias

Olá Kelso!

Gostaria de saber a altura mínima para que um foguete entre em órbita e em quanto tempo ele atinge essa altura.


cosmonauta

10/01/2009
01h07
Olá Kakera

Benvindo ao Forum A11.

Parece que nosso amigo Kelso, a quem voce se dirigiu, está "hibernando" em pleno verão. (Rsrsrs)

Mas deverá voltar à tona brevemente.

Como não sou chegado a cálculos, embora goste de Matemática, vou arriscar uma resposta, pelo acompanhamento que faço de lançamentos espaciais.

Um objeto entra em órbita, ainda dentro da densa atmosfera, (100km) quando começa seu movimento de curva para onde irá se orientar na órbita programada.

Isso em questão de 2 a 3 minutos. Mas a órbita em si, para se manter no espaço, é no mínimo de 150 a 200 km de altitude no perigeu, e sempre a mais que isso em seu apogeu, criando uma órbita eliptica.

Em órbita baixa sua velocidade é maior e se perder velocidade, tende a cair. Por isso usa-se sempre a mais de 300 km de altitude, como a ISS, p/ex/ a 350/360 km.

Mesmo assim devido a seu tamanho, seu arrastro a faz perder altitude de cerca de 100 metros diariamente, tendo que ser corrigida então de vez em quando.

Um abraço.


cosmonauta

10/01/2009
01h07
Olá Kakera

Benvindo ao Forum A11.

Parece que nosso amigo Kelso, a quem voce se dirigiu, está "hibernando" em pleno verão. (Rsrsrs)

Mas deverá voltar à tona brevemente.

Como não sou chegado a cálculos, embora goste de Matemática, vou arriscar uma resposta, pelo acompanhamento que faço de lançamentos espaciais.

Um objeto entra em órbita, ainda dentro da densa atmosfera, (100km) quando começa seu movimento de curva para onde irá se orientar na órbita programada.

Isso em questão de 2 a 3 minutos. Mas a órbita em si, para se manter no espaço, é no mínimo de 150 a 200 km de altitude no perigeu, e sempre a mais que isso em seu apogeu, criando uma órbita eliptica.

Em órbita baixa sua velocidade é maior e se perder velocidade, tende a cair. Por isso usa-se sempre a mais de 300 km de altitude, como a ISS, p/ex/ a 350/360 km.

Mesmo assim devido a seu tamanho, seu arrastro a faz perder altitude de cerca de 100 metros diariamente, tendo que ser corrigida então de vez em quando.

Um abraço.


Kakera

11/01/2009
10h28
Ok Cosmonauta,

Agradeço sua resposta e, como vc parece entender bem do assunto, aproveito para perguntar se existe um mapeamento orbital de todos os foguetes, satélites, etc... que giram em torno do nosso planeta.

Falo isso porque como existe uma grande quantidade de lixo espacial, imagino que a definição da órbita de um objeto a ser lançado deva obedecer alguns critérios, ou seja, como se fosse um plano de vôo.

Abraço


cosmonauta

15/01/2009
14h17
Olá Kakera

Os objetos que circundam a órbita terrestre, são monitorados pelas agencias espaciais, NASA, ESA e outras.

Cada satélite tem seu acompanhamento e tem sua "atitude" (isso mesmo) conhecida.

É claro então, que cada lançamento deva ser calculado para operar em posições distintas.

Aparentemente existe a possibilidade de abalroamentos entre els, mas o espaço é tão grande que é tecnicamente impossível. E em caso de aproximações com risco, alguns podem ser reorientados.

Tudo que orbita a Terra e já não se encontra em uso, como restos de foguetes, satélites inoperantes, é considerado lixo espacial.

Mas são monitorados, como acontece com a famosa "Tolbag", maleta de ferramentas, que a astronauta americana deixou escapulir de suas mãos quando consertava algo na ISS, no dia 19/11.

Em Rastreio de Satélites, na página principal, temos uma variedade de satélites e foguetes, inclusive ela, com seus parâmetros de órbita.

Fora isso, meteoróides, de tão minúsculos, aparentemente não oferecem riscos.

Um abraço a todos.


PRFurlan

27/01/2009
17h00
Em complemento ao nosso colega Cosmonauta, e pelo que li a respeito de "orbitas", por exemplo, a ISS viaja 28.000 km/h, ou 8 km por segundo e "cai" em direção à terra 5 metros por segundo, fora o arrasto sofrido, conforme nosso colega Cosmonauta disse. Recentemente, a nave Julio Verne, que já se desintegrou na atmosfera, foi utilizada para recolocar a ISS em órbita segura. Bem, segundo li, a curvatura da terra diminui 5 metros a cada 8 km. Portanto, a ISS com a velocidade de 8 km por segundo não vai atingir a superficie da terra e ficará dando voltas até que alguma força contrária a faça diminuir a velocidade. Ai ela colide com a terra. Com o ônibus espacial ocorre o mesmo, só que na hora de "colidir" com a terra ele utiliza sua asa e pousa como um avião.

Para ver todos os satélites em órbita, com seus respctivos dados, visite o site http://sciense.nasa.gov/realtime/ e escolha a opção J-TRACK 3D. É uma boa dica.

Abraços


Victor Hugo

28/01/2009
03h12
Olá Kakera!

Para observar o que está sobre nossas cabeças, isso é, os satélites e etc, tem um programa chamado Orbitron, ele monitora todos os satelites que estão em orbita, incluindo satelites de comunicação, militares, educação por distancia, etc...

O download do programa pode ser feito em:

http://baixaki.ig.com.br/download/orbitron.htm

Abraço!


PRFurlan

12/03/2009
19h28
Gostei muito do programa. Boa dica.
Importante: Todos os posts são de total responsabilidade dos seus autores e não refletem necessariamente a opinião do Apolo11.com. Informações sobre nossa Política de Privacidade podem ser encontradas no rodapé da página.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates