Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Segunda-feira, 10 jun 2013 - 06h56

Sonda Mars Express observa rios, ilhas e vales no Planeta Vermelho

Que Marte já teve água líquida correndo em sua superfície, quase ninguém duvida. Ela esculpiu diversas feições e canais, alguns deles tão grandes que parecem até zonas alagadas. É o caso de Kasei Valles, possivelmente o maior sistema de canais do Planeta Vermelho.

Marte - Localização de Kasei Valles
Clique para ampliar

A imagem mostrada revela o esplendor desse possível antigo canal. Ela foi feita a partir de 67 cenas individuais registradas pela câmera de alta resolução da sonda Mars Express, que nesta semana completa 10 anos desde o lançamento. Ao todo, a imagem cobre 987 km de norte a sul, entre as latitudes 19 e 36 graus norte. De leste a oeste a cena abrange 1550 km, entre os meridianos 280 e 310 leste.

Como podemos ver, Kasei Valles é um vale gigante. Começa um pouco mais ao sul da porção mostrada na imagem, na região conhecida como Valles Marineris e "deságua" nas vastas planícies de Chryse Planitia, ao leste. Sua extensão supera 3000 km e em alguns pontos sua profundidade é maior que 3 mil metros.

Marte - Kasei Valles em detalhes
Clique para ampliar

Kasei Valles se divide em dois ramos principais que abraçam uma ampla ilha de terreno fraturado, chamada Sacra Mensa. Ao que parece, enquando os materiais mais fracos sucumbiram ao poder erosivo da água que descia feroz, este rígido afloramento resistiu ao tempo.

Um pouco mais a jusante, a erosão provocada pela água quase apagou os 100 km de largura da cratera Sharonov, praticamente removendo sua borda sul. Ao redor da cratera, diversas pequenas ilhas também se formaram.

Marte - Mapa topográfico de Kasei Valles
Clique para ampliar

Kasei Valles provavelmente sofreu com inundações de diversos tamanhos, provocadas pela constante atividade tectônica e vulcânica na região vizinha de Tharsis há mais de 3 bilhões de anos atrás. A neve e o gelo derreteram com as constantes erupções vulcânicas e também contribuíram com torrenciais avalanches de lama.

Esse cenário hipotético é bem aceito pelos geólogos planetários para explicar as feições de Kasei Valles, mas é bem diferente do momento atual em que vive o planeta, onde o silêncio reina absoluto. Muitos pesquisadores acreditam que no passado Marte tenha sido muito parecido com a Terra e estudar o Planeta Vermelho é entender como nosso planeta será daqui a milhões de anos.


Fotos: No topo, globo marciano mostra a localização de Kasei Valles, no hemisfério norte do planeta. Em seguida, detalhe em alta resolução mostra as feições geológicas, provavelmente esculpidas pela água corrente que um dia pode ter fluido pelo Planeta Vermelho. Acima, mapa topográfico da região elaborado pelo NASA. Créditos: ESA/Mars Express, NASA MGS MOLA, Apolo11.com.


Sobre o Autor
Olá pessoal, meu nome é Rogério Leite, Editor-chefe dos sites Apolo11.com e Painel Global. Espero que nossos artigos sejam bastante úteis e que possam ajudar as pessoas a entenderem um pouco melhor nosso Universo!








Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire