Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Sexta-feira, 15 jun 2007 - 09h34

Plutão é novamente rebaixado e Eris toma seu lugar

Quando tudo parecia em paz com o pequeno Plutão, plenamente conformado com seu rebaixamento científico à categoria de planeta-anão, uma notícia publicada esta semana pela revista Nature deixou o pequeno astro novamente em situação vexatória. O motivo é que Eris, descoberto em 2003 e conhecido também como Xena, é maior que ele. Assim, Plutão não poderá mais ostentar o pomposo título de "Maior Planeta-Anão do Sistema Solar", e terá que se contentar com a vice-liderança.

Inferno astral é pouco. Não bastasse a descoberta de que Eris é maior que Plutão, os astrônomos também determinaram que sua massa também é superior. Segundo as estimativas calculadas a partir da interação gravitacional entre Eris e sua lua Disnomia, o novo rei dos anões tem entre 25% e 30% mais massa que Plutão. O tamanho de Eris também foi recalculado e mostra que seu diâmetro é de 2.400 quilômetros, contra 2.200 de Plutão.

A definição de planetas, adotada em 2006 pela União Internacional de Astronomia, UAI, diz que para um objeto ser considerado planeta, precisa orbitar o Sol, ter forma esférica e ter limpado os arredores de sua órbita. Tanto plutão como Eris falharam neste último quesito.

De acordo com Michael Brown, descobridor de Eris e um dos autores do cálculo sobre seu tamanho, Eris faz parte do Cinturão de Kuiper, o que mostra que não é senhor absoluto em sua órbita, já que se fossem o próprio cinturão não existiria. O Cinturão de Kuiper é uma região no espaço formado por rochas e gelo, que gira ao redor do Sol muito além da órbita de Netuno. Dessa forma, Plutão também pertence ao Cinturão.

Ainda segundo o cientista, a presença do Cinturão mostra que os astrônomos deverão olhar muito além dele para encontrar um novo planeta que gire ao redor do Sol, já que sua própria existência indica que não há planetas nele.


Eris e Plutão
Eris leva 560 anos para dar uma volta ao redor do Sol e sua distância varia entre 38 e 97 UA. Plutão, um pouco mais perto, leva 248 anos para completar a mesma órbita e sua distância oscila entre 29 e 49 UA. 1 UA equivale a 150 milhões de quilômetros, a mesma distância entre a Terra e o Sol. Sendo assim, nos momentos de maior afastamento Eris fica a 14.5 bilhões de quilômetros da Terra enquanto Plutão se afasta a mais de 7 bilhões do nosso planeta, uma distância tão grande que nem os telescópios de grande porte conseguem imagens claras de seus contornos.

Cálculos derivados também permitiram a Brown e seus colegas calcularem a densidade de Eris, e acreditam que seja composto por pelo menos 70% de rochas. Os outros 30% seriam formados por gelo.

A descoberta do planeta-anão Eris foi o principal motivo que levou os cientistas a rebaixarem o status de Plutão, que até agosto de 2006 ainda era considerado o nono planeta do sistema solar. Oficialmente batizado de 2003 UB313, antes de ser chamado de Eris, Brown havia apelidado o novo objeto de Xena, em homenagem ao personagem feminino de conhecida série de televisão.

Devido aos acalorados debates entre correntes diferentes de astrônomos, que discordavam ou não da nova classificação, Xena foi rebatizada de Eris, a deusa grega da rivalidade e da discórdia, e recebeu a designação oficial de 136199 Eris. Na mitologia grega ficou famosa por ter causado, indiretamente, a Guerra de Tróia. Outro nome cogitado foi Perséfone, mulher de Plutão.

Mesmo ocupando o mais alto posto na sua categoria, deixando para trás o pop star Plutão, Brown alerta que a atual glória de Eris também pode não durar tanto. "Até agora, olhamos menos de 50% do céu. Acho que é bem provável que ainda haja um ou dois objetos do mesmo tamanho, ou até maiores do que Plutão e Eris", afirma Brown.

Artes: No topo, concepção artística feita pela NASA mostra o planeta anão Eris, orbitando a região do Cinturão de Kuiper. Acima, diagrama orbital mostrando as distâncias Sol para Eris e Plutão.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Roubar não é só meter a mão na carteira das pessoas. Roubar é gastar errado com mordomias, com obras faraônicas, privilegiando quem já tem." - Ciro Gomes