Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Espaço - Tecnologias
Sexta-feira, 12 abr 2019 - 10h55

Missão falha e nave israelense se choca contra a superfície da Lua

A nave espacial Beresheet não conseguiu cumprir seu objetivo e adiou o sonho de Israel em ser a quarta nação a tocar no solo lunar. Todas as fases foram realizadas com precisão, mas uma anomalia de última hora fez a nave se chocar contra a superfície.

Lua vista pela sonda Beresheet, em 11 de abril de 2019
Selfie feito pela sonda Beresheet, em 11 de abril de 2019, quando a nave estava a apenas 20 km da Lua.

Tudo transcorria normalmente, com a Beresheet se aproximando da Lua rapidamente. Ao 20 quilômetros km de altitude a sonda enviou uma selfie, onde se podia ver a Lua e também os pés da nave. Uma placa anexada ao artefato dizia: "Pequena nação, grandes sonhos".


Assista como foi a tentativa de pouso, transmitida ao vivo pelo Apolo11


Quando a foto chegou, todos que estavam presentes no centro de controle da SpaceIL aplaudiram, mas a comemoração não durou muito tempo.

Os primeiros indícios de que algo errado estaria acontecendo pode ser acompanhado em tempo real através dos dados de telemetria. Por diversas vezes o indicador de velocidade descendente acendeu em vermelho, indicando que a velocidade estava acima do esperado.

A descida da nave continuou e era possível confirmar que o disparo dos retrofoguetes de frenagem e correção de posição estava ocorrendo, mas o indicador de velocidade em vermelho indicava que a operação não estava surtindo efeito ou talvez não estivesse de fato acontecendo.

Havia apreensão nos rostos dos controladores, até que os dados de telemetria cessaram, confirmando a perda de comunicação. Neste momento, o altímetro a laser mostrava que a Beresheet estava a 149 metros de altitude, descendo em queda livre.

O que aconteceu em seguida ninguém sabe, mas provavelmente a nave - que operava por conta própria - não conseguiu controlar a altitude e/ou orientação e se chocou contra a superfície da Lua. A falha da missão foi confirmada alguns minutos depois.


Embora a frustração tenha sido grande por não terem pousado na Lua, o sentimento dos controladores e diretores da empresa SpaceIl era de satisfação pelo trabalho. Todos agradeceram por terem feito um grande trabalho e levado Israel a ser a sétima nação a orbitar a Lua.

"Se você não tem sucesso da primeira vez, você tenta novamente", disse o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, aplaudido por todos os presentes.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Pode-se enganar todo mundo o tempo todo, se a campanha estiver certa e a verba for suficiente" - Joseph E. Levine