Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Exploração Espacial
Segunda-feira, 19 nov 2018 - 11h24

Tudo pronto para a chegada da nave Insight ao Planeta Vermelho

Após seis anos, a agência espacial americana pousará novamente no planeta marte. O evento está previsto para acontecer no próximo dia 26 de novembro e será retransmitido ao vivo pelo Apolo11.

Entrada na atmosfera marciana da nave Insight
Concepção artística da entrada na atmosfera marciana da nave Insight.

Insight - Interior Exploration using Seismic Investigations, Geodesy and Heat Transport - foi lançada em 5 de maio de 2018 e após percorrer 485 milhões de quilômetros finalmente chegou ao seu destino. Essa é a primeira vez que uma nave tocará a superfície marciana desde o pouso da sonda robótica Curiosity, em 2012.

A missão Insight tem o objetivo inédito de estudar o interior de Marte através de registros sísmicos e térmicos e os dados coletados ajudarão a responder como é de fato o núcleo do planeta vermelho.

Pouso em Marte
A chegada da nave Insight ao planeta Marte ocorrerá em 26 de novembro, aproximadamente às 18h00 pelo horário de Brasília e será monitorada pelos dois cubesats da missão MarCO (Mars Cube One), que estão viajando juntos com a Insight e permanecerão na orbita do planeta.

Se tudo der certo a Insight transmitirá os tradicionais sinais de confirmação de que pousou em segurança, mas até isso acontecer uma série de processos podem dar errado.

Devido a uma série de fatores, os engenheiros da NASA não podem realmente ter certeza de quando a confirmação chegará, ou até mesmo se os sinais recebidos virão diretamente do módulo InSight. Por isso, a equipe desenvolveu cinco rotas possíveis de comunicação separadas que ajudarão os controladores a rastrear o progresso da nave em solo marciano.


InSight pode produzir dois tipos de sinais básicos. Durante o processo de aterrissagem o módulo produzirá duas portadoras de ondas de rádio, cuja frequência varia em função da velocidade (efeito Doppler). Com isso, os controladores podem, por exemplo, saber se os paraquedas foram acionados.

Assim que aterrissar, a nave produzirá mais dois sinais de localização separados por 7 minutos de intervalo e em dois diferentes comprimentos de onda. O objetivo será captar o segundo desses dois sinais, que é particularmente forte. Se tiverem sucesso, significa que o InSight provavelmente está em boas condições. No entanto, precisarão esperar algumas horas antes de receberem a confirmação de que a sonda abriu os painéis solares.


Os engenheiros da missão Marco, por sua vez, esperam que os cubesats consigam registrar e retransmitir todo o processo de aterrissagem, incluindo a primeira fotografia da InSight. Mas como os cubesats são os primeiros satélites miniatura a deixar a órbita da Terra, não se sabe se eles cumprirão bem essa tarefa.


Além dos cubesats da MarCo, há duas outras espaçonaves NASA orbitando Marte e também estarão à disposição para acompanhar o grande dia: A Mars Reconnaissance Orbiter e o Mars Odyssey. A primeira será particularmente útil para rastrear todo o processo de aterrissagem se algo der errado, enquanto o segundo confirmará que os painéis solares da sonda abriram adequadamente.

O que esperar da transmissão ao vivo
Todo o processo de pouso será retransmitido ao vivo pelo Apolo11 através do canal Apolochannel. Não espere imagens captadas por câmeras posicionadas em Marte e nem repórteres localizados no planeta. Tudo que será transmitido serão imagens do centro de controle da missão e gráficos animados produzidos por sinais telemétricos.

Se tudo der certo, uma salva de palmas tomará conta do recinto. Até dia 26!







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Dizer a verdade é tão difícil quanto ocultá-la" - Baltasar Gracin