Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Furacões
Sábado, 17 nov 2007 - 11h37

Após deixar 1.100 mortos em Bangladesh, ciclone Sidr chega a Índia

O ciclone Sidr perdeu intensidade ao entrar nas regiões de Assam e Tripura, no noroeste da Índia, informou o departamento de Meteorologia local esta manhã. Ainda assim, seus ventos tiveram força para destruir 800 choças e deixar pelo menos 20 feridos.

Sua passagem por Bangladesh foi implacável, arrasando a costa da região com ventos de 240 km/h. Até o momento, as autoridades estimam 1.100 mortos, mas o número pode subir. Milhares estão feridos, desabrigados e centenas permanecem desaparecidos. No país, são aproximadamente 60 milhões de habitantes que vivem em terrenos 10 metros abaixo do nível do mar.

Cerca de 150 embarcações não puderam chegar ao porto por causa do mar agitado. O ciclone elevou o nível do oceano em cinco metros. Neste sábado, as autoridades ainda recomendam que os navios pesqueiros fiquem perto do litoral.

A situação é caótica, pois diversas áreas litorâneas de Bangladesh continuam sem energia elétrica, água potável, sistema de transportes e telefônico. Com as inundações, cerca de 3,2 milhões de habitantes foram removidos, de acordo com a agência bengali UNB.

A ajuda chega apenas por helicópteros e as organizações humanitárias como a ONU, trabalham desde ontem nas áreas afetadas.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Dignidade não consiste em possuir honrarias, mas em merecê-las" - Aristóteles