Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Fenômenos Naturais - Furacões
Segunda-feira, 26 mar 2007 - 09h10

Com ventos de 180 km/h, ciclone Kara chega à Austrália

Pela terceira vez neste ano, a costa noroeste da Austrália se vê novamente ameaçada pelas forças da natureza.

Ainda se recuperando dos prejuízos causados por dois ciclones tropicais, os habitantes da região costeira de Damper e Port Hedland, na costa noroeste do país, já estão se preparando para a chegada de mais um ciclone, que deve atingir o país nesta terça-feira à tarde.

Batizado de Kara, o ciclone produz ventos sustentados de 180 km/h com rajadas que ultrapassam a marca de 225 km/h. Isso faz de Kara um poderoso sistema de categoria 3 na escala Saffir-Simpson, que mede a intensidade dos furacões e vai até 5. Modelos de previsão, vistos abaixo, mostram que a tormenta se desloca em sentido sudeste a 9 km/h e deve manter esse sentido de deslocamento pelas próximas 24 horas e diminuir ligeiramente de intensidade ao atingir o continente.

Como nas vezes anteriores, autoridades australianas estão emitindo avisos de tempestade que se extendem para diversas regiões da costa banhada pelo Índico, e se propagam desde Baía King até o cabo Noroeste, no extremo oeste do país.

O Bureau de Meteorologia do país informou que diversas áreas próximas à cidade de Damper deverão ser fortemente atingidas por tempestades de ventos de mais de 120 km/h, acompanhadas de intensos temporais.

No início do mês a região de Port Headland foi seriamente castigada por dois ciclones tropicais. A tormenta Jacob atingiu a costa com ventos de 120 km/h enquanto a tempestade George o fez com com ventos de categoria 5, superiores à 250 km/h. Na ocasião 3 pessoas morreram.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O segredo em negócios é saber alguma coisa que mais ninguém sabe." - Aristóteles Onassis