Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Fenômenos Naturais - Furacões
Sexta-feira, 2 nov 2007 - 07h53

Noel ganha força, vira furacão e ruma para o Canadá

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, NHC, confirmou nesta manhã que os ventos sustentados da tempestade tropical Noel ganharam força e transformaram o sistema no mais novo furacão da temporada de 2007.

Noel se intensificou sobre o Atlântico, na altura da costa leste da Flórida, no momento em que seu olho estava a apenas 190 km a norte-nordeste de Nassau, nas Bahamas. Na ocasião seus ventos atingiram o limiar da categoria 1 da escala Saffir-Simpson, com 130 km/h.

De acordo com o datatrack da tempestade, visto abaixo, Noel deverá margear a costa leste dos EUA durante as próximas 24 horas e atingir o extremo sul da Nova Escócia, no Canadá, na noite de sábado. A grande proximidade do cone de vento próximo à costa leste americana deverá provocar fortes chuvas na região do golfo do Maine e em Boston, no Estado de Massachussets, além de pesadas chuvas entre Cabo do Medo e Cabo Hatteras, na costa da Carolina do Norte.

Imagens de satélite recebidas nesta manhã mostravam o centro da tormenta localizado próximo à latitude 27.3 N e longitude 76.1 W, aproximadamente a 2865 km a norte-nordeste de Nassau e a 1225 km a oeste-sudoeste de Bermuda Noel se move em sentido norte-nordeste a 32 km/h e deve manter esse movimento pelas próximas 24 horas.

De acordo com o boletim número 22, emitido às 06h00 pelo NHC, os ventos máximos sustentados por Noel são de 130 km/h com rajadas ultrapassando 162 km/h, o que coloca a tempestade no status de categoria 1 na escala Saffir-Simpson, vai até 5. Não existe previsão de fortalecimento do sistema, mas Noel deverá perder as características tropicais e se transformar em um poderoso ciclone extratropical de grande porte.

Dados coletados por um avião caça-furacões indicam confirmam que ventos com intensidade de tempestade tropical, entre 62 km/h e 116 km/h, se estendem a mais de 230 km desde o centro de Noel. Segundo a mesma fonte, a pressão barométrica no olho do furacão é de 98.1 kPa.

Saiba mais:
O avanço do furacão Noel sobre o Atlântico Norte em direção ao Canadá pode ser acompanhado aqui no Apolo11 através de imagens de satélites e modelos de previsão. Clique aqui

Leia também: Últimas notícias do furacão Noel







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire