Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Clima e Meteorologia
Domingo, 21 jan 2007 - 10h04

Tempestade com intensidade de furacão castiga a Europa

Intensos ventos com intensidade de furacão atingiram ontem partes da Europa, matando pelo menos 47 pessoas. No Canal da Mancha, que separa a Inglaterra do continente, uma dramática operação de resgate foi necessária devido ao naufrágio de um navio cargueiro.

Chuvas torrencias e ventos que chegaram a 170 km/h foram registrados no sul da Inglaterra, norte da França, Países Baixos, Alemanha e República Checa. Só na Inglaterra, quatorze pessoas perderam a vida. Na Alemanha a tempestade matou doze pessoas e quatro na República Tcheca. A maioria das vítimas foi causada por acidentes nas estradas e por queda de objetos.

Meteorologistas do governo inglês disseram que os ventos que cruzaram o país foram muito severos e bateram o recorde registrado em 1990. De acordo com os previsores, a tempestade que se desloca agora em sentido leste pode aumentar de intensidade. Na Alemanha os ventos atingiram 175 km/h, o equivalente a um furacão de categoria 2 na escala Saffir-Simpson, que vai até 5.

Na Inglaterra os intensos ventos causaram o corte de energia elétrica em diversas regiões e provocou caos nos transportes. No Canal da Mancha 26 tripulantes abandoraram um navio cargueiro e foram resgatados por uma operação de salvamento feita em conjunto por autoridades inglesas e francesas. A equipe foi forçada a abandonar o navio quando o convés estava a apenas 1.5 metro acima do nível do mar.

A guarda-costeria francesa informou que o navio transportava centenas de toneladas de equipamentos perigosos, entre eles explosivos e materiais tóxicos. No final da tarde de ontem (sábado, 21), uma mancha de óleo de 5 km era visível próxima ao navio.

A tempestade também forçou a suspensão de todos os serviços de transporte marítimo operados dentro do Canal da Mancha. Em Frankfurt, na Alemanha, diversos vôos estão cancelados.

Meteorologistas alemães disseram que esta é pior tempestade registrada nos últimos 20 anos e alertaram as pessoas a não sair de suas casas a não ser em casos de extrema necessidade. Em Paris, todos os parques públicos, jardins e cemitérios foram fechados por precaução, até que a violenta tempestade passe. O Eurostar, serviço de trens que liga Paris, Bruxelas e Londres está operando com restrições.

Na República Tcheca mais de 1 milhão de pessoas está sem energia elétrica, depois que ventos de 180 km/h atingiram a região.

Fotos: Na imagem superior, as ondas castigam o porto francês de Wimereux, no Canal da Mancha. Na sequência, seis pessoas ficaram feridas depois que uma torre do préido da Universidade de Utrcht, na Holanda, foi derrubada pelos ventos. Créditos: Rede CNN.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Um tolo com instrução é um tolo maior que um com falta dela." - Benjamim Franklin