Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Fenômenos Naturais - Furacões
Segunda-feira, 24 out 2005 - 06h41

Com ventos de 198 km/h, furacão Wilma chega à Flórida

Após castigar violentamente a península de Yucatán e o extremo oeste de Cuba, o violento furacao Wilma bate às portas da Flórida com ventos que chegam a 200 km/h.

De acordo com modelos numéricos de previsão (abaixo), Wilma deve tocar o continente americano nas próximas horas. O impacto deve se dar na costa sudoeste da península, próximo ao condado de Collier County, onde são esperadas grandes ondas entre 3 e 6 metros.


Grande parte do estado já está em estado de alerta máximo, incluindo toda o extremo sul, as ilhas Keys, Dry Tortugas e a baía da Flórida. Devido ao tamanho da tormenta, a costa leste do estado também está sob aviso de furacão, incluindo o lago Okeechobee.

O governador da Flórida, Jeb Bush, pediu ao presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, seu irmão, que declare estado de desastre em 14 condados que deverão receber o impacto de Wilma.

"Um furacão está a caminho da Flórida, as pessoas devem evacuar a área e têm muito pouco tempo para fazê-lo. Se você ainda não o fez, esta é sua última oportunidade para buscar suas provisões", declarou o governador diante da chegada do Wilma.

Segundo as autoridades, muito poucas pessoas deixaram a região de Flórida Keys, se recusando a cumprir as ordens de evacuação imediata. "Isso é muito preocupante", disse uma autoridade local.

As primeiras chuvas, provocadas pelas bandas externas da tormenta, já começaram na tarde do domingo. A forte ressaca e a elevação instável das marés também já provocaram inundações nas partes mais baixas do litoral.

Conforme se aproxima do continente, aumentam os riscos de tornados. Trombas d'água já foram verificadas no dia de ontem próximo à Key West, no extremo sul do estado.

Wilma é o sétimo furacão a atingir o estado em 14 meses.


Boletim
Em seu boletim 35-B, divulgado às 05h00 (Hora de Brasília) desta segunda-feira, o Centro Nacional de Furacões dos EUA, NHC, informou que o olho do poderoso furacão Wilma se localizava sobre as coordenadas 25.1 N e 82.8 W, ou aproximadamente a 123 km a oeste-noroeste de de Key West e 156 km de Naples, ambos na Flórida.

Wilma move-se rápidamente em sentido nordeste à razão de 33 km/h e deve continuar este movimento nas próximas 24 horas. Mantendo este movimento Wilma deve tocar terra-firme ainda nesta manhã, próximo ao condado de Collier County.

Os ventos máximos, sustentados durante 1 minuto, chegam a 198 km/h com rajadas alcançando até 250 km/h. Isso faz de Wilma um poderoso furacão categoria 5 na escala Saffir-Simpson, que vai até 5.

A pressão barométrica estimada no centro de Wilma é de 954 hPa (hectopascais).


Tempestade Alpha
No final de semana, outra depressão tropical, batizada de Alpha, e formou no Mar do Caribe, e trouxe chuvas torrenciais para o Haiti e a República Dominicana.

A formação de Alpha, que recebeu um nome da primeira letra do alfabeto grego depois de todos os 21 nomes para tempestades neste ano terem sido usados, fez desta temporada de furacões a mais ativa desde 1933.

A temporada de furacões termina no dia 30 de novembro.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates