Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Fenômenos Naturais - Furacões
Terça-feira, 18 out 2005 - 07h16

Wilma se fortalece e deve virar furacão ainda hoje

A tempestade tropical Wilma, em curso sobre o mar do caribe, continua ganhando força, conforme previsão sugerida por modelos matemáticos.

Diversas regiões caribenhas, incluindo Cuba, Honduras e extremo sudeste mexicano, já estão sob aviso de tempestade e de acordo com o Centro Nacional de Furacòes dos EUA, Wilma deve se transformar em furacão ainda hoje.

No México, autoridades alertaram à população, em especial aos turistas que se encontram próximos ao balneário de Cancún, que sigam todas as orientações que forem transmitidas.

De acordo com o boletim 11, emitido às 06h00 (Hora de Brasília), o Centro Nacional de Furacões dava conta de que o olho de Wilma se localizava próximo às coordenadas 15.7 N e 80.0 W, ou aproximadamente a 420 km a sul-sudeste da ilha Grande Caiman, e ao redor de 350 km a este-nordeste do cabo Graças a Dios, na fronteira entre entre Honduras e Nicarágua.

Segundo novos modelos numéricos, gerados através de supercomputadores (acima), Wilma deve atingir o extremo oeste de Cuba como furacão, ao mesmo tempo que provocará chuvas torrenciais em toda a região do canal de Yucatán. Nesta região do mar do Caribe é grande a quantidade de balneários turísticos, em especial na costa mexicana, onde se encontra o polo turístico de Cancún.

Ainda de acordo com a previsão, Wilma deve entrar no Golfo do México entre quinta e sexta-feira e avançar em direção à península da Flórida durante os próximos dias.

Devido às fracas correntes de arrasto, Wilma permanece quase estacionário. Um ligeiro movimento é esperado para as próximas 24 horas, quando então deve começar a seguir em sentido oeste-noroeste.

Os ventos máximos sustentados pela tempestade alcançam 110 km/h com rajadas atingindo 150 km/h. Um fortalecimento neste sistema é esperado para as próximas horas e Wilma deve se transformar em novo furacão sobre as águas quentes do Atlântico norte.

Wilma, é a 21º tempestade a receber nome. Essa é a primeira vez que se utiliza detodos os nomes designados para uma única temporada desde 1933, quando se passou a dar nomes às tempestades.

  • Conheça a escala Saffir-Simpson


    Veja abaixo como se forma um furacão

    Satélite ao vivo
    Acompanhe as imagens atualizadas da região do golfo do México vistas através do satélite geoestacionário GOES-12.
    Clique aqui !







  • Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
    Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

    "Roubar não é só meter a mão na carteira das pessoas. Roubar é gastar errado com mordomias, com obras faraônicas, privilegiando quem já tem." - Ciro Gomes