Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Fenômenos Naturais - Terremotos
Quinta-feira, 17 fev 2005 - 09h33

Sismólogos registram terremoto de 4.4 graus no Amazonas

O Parque Nacional do Jaú, na parte central do estado do Amazonas, foi palco do mais forte terremoto a atingir o Brasil em quase seis anos.

Os sismógrafos operados pelo Observatório Sismológico (SIS) da Unb - Universidade de Brasília registraram, no dia 8 de fevereiro, um sismo de magnitude 4,4 na escala Richter. O evento ocorreu às 16h04 (hora de Brasília). O epicentro esteve a 18 quilômetros de profundidade.

“Foi o mais forte observado no Brasil desde o sismo de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, em 15 de março de 1999, que também teve magnitude registrada de 4,4”, disse o professor Vasile Marza, do SIS, à Agência Fapesp.

O SIS opera na Amazônia uma rede sismográfica composta pelas estações de São Gabriel da Cachoeira (AM), Balbina (AM), Samuel (RO), Tucuruí (PA) e Porto dos Gaúchos (MT).

O epicentro foi em uma região desabitada entre as cidades de Barcelos, Tefé e Novo Airão. Segundo Marza, um levantamento feito pelo observatório indicou que o terremoto não foi percebido nessas localidades. Apesar da intensidade, pouco comum no Brasil, o pesquisador explica que o evento, aparentemente, não teve a ver com o terremoto que abalou o sudeste Asiático no final de 2004.

De acordo com Marza, dados históricos e instrumentais apontam a Amazônia como uma região “sismotectônica notável no contexto da sismicidade intraplaca brasileira”. O maior sismo da área ocorreu em 5 de agosto de 1983, no município de Codajás, com uma magnitude de 5,5.

O tremor mais forte de que se tem notícia no Brasil ocorreu em janeiro de 1955, na Serra do Tombador (MT), com 6,6 graus na escala Richter.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire