Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Fenômenos Naturais - Terremotos
Sexta-feira, 6 jan 2006 - 09h12

Tremor no Paraná foi acomodação de rochas sedimentares

O tremor de terra registrado quarta-feira à noite na região central paranaense foi de fato uma acomodação de rochas sedimentares conforme noticiou com exclusividade o Apolo11.com

A informação foi confirmada pelo Observatório Sismológico de Brasília que estimou em 4.3 graus Richter a intensidade do evento. Segundo os padrões brasileiros, sismos com essa intensidade são considerados fortes e anômalos.

O epicentro exato do tremor ainda não foi identificado, mas acredita-se que tenha sido imediatamente abaixo da cidade de Telêmaco Borba, a 80 km da capital, Curitiba. A profundidade também não foi estimada.

Segundo a Defesa Civil, nos últimos cem anos O Paraná já registrou 13 abalos, mas este foi considerado o mais intenso. Ainda de acordo com a Defesa civil, outros tremores poderão ocorrer, causado pelo acomodamento de rochas das camadas inferiores.

Segundo relato de testemunhas, o abalo durou aproximadamente 10 segundos. Milhares de moradores saíram às ruas e passaram a noite em claro com medo de novos tremores.


Leia também:

  • Terremotos on-line
  • Escala Richter
  • Terremotos noJapão
  • Terremotos na Califórnia
  • Terremotos no Chile
  • Tudo sobre o tsunami na Indonésia
  • Terremotos no Brasil
  • Terremotos na Turquia
  • Terremotos no Irã
  • Terremotos noEquador e Alaska
  • Pequenos tsunamis noJapão
  • 10 anos do terremoto de Kobe, Japão
  • Tempos de Propagação e Zona de Sombra
  • Terremotos mais destrutivos






  • Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
    Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

    "Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ningém que não entenda." - Cecília Meireles