Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Clima e Meteorologia
Quarta-feira, 5 jun 2013 - 08h28

Tornado de Oklahoma: Satélite mostra rastro de destruição

Em 20 de maio de 2013, uma parte cidade de Newcastle, nos EUA, foi praticamente devastada por um dos mais violentos tornados que atingiram o país. Alguns dias depois, o satélite de sensoriamento remoto TERRA, da NASA, sobrevoou a região e revelou o rastro da destruição.

Imagem de satélite do tornado de Newcastle
Clique para ampliar

O tornado é considerado como um dos mais violentos fenômenos da natureza. Diferente dos furacões, em que a energia total está espalhada ao longo de uma extensa área, o tornado concentra sua força em áreas minúsculas. O resultado é uma força devastadora, capaz de virar e arremessar carros ou locomotivas como se fossem de brinquedo.

O violento tornado que atingiu a cidade de Newcastle e seus arredores atingiu o máximo na escala que mede a destruição para esse tipo de evento - a escala Fujita Melhorada - que vai de EF0, para ventos entre 105 e 137 km/h até EF5, quando os ventos ultrapassam a marca de 322 km/h. Com base em alguns radares Doppler, os ventos em Newcastle atingiram a impressionante marca de 476 km/h.

A imagem mostrada foi capturada pelo instrumento japonês ASTER (Advanced Spaceborne Thermal Emission and Reflection Radiometer) a bordo do satélite de sensoriamento remoto TERRA, da NASA. A cena foi registrada nos comprimentos de onda infravermelho, verde e azul e quando combinadas permitem distinguir porções de água, vegetação, terrenos descobertos e construções.

Na cena, a água é azul, as construções são vistas em tons cinza azulado e a vegetação se destaca pela coloração vermelha. Neste esquema, a trilha de destruição é facilmente percebida.

O tornado varreu a cidade de oeste para leste matando 23 pessoas e deixou um rastro de 27 km de destruição, revelados na imagem pelos sinais da vegetação extirpada do solo. A largura do tornado foi estimada 4 km, o mais largo tornado já registrado nos EUA.


Foto: Passagem do tornado pela cidade de Newcastle, registrada em 2 de junho de 2013 pelo satélite TERRA. Créditos: NASA/GSFC/METI/ERSDAC/JAROS, and the U.S./Japan ASTER Science Team, Apolo11.com.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire