Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Fenômenos Naturais - Tsunamis
Terça-feira, 27 dez 2004 - 07h53

Número de mortos de terremoto recorde já passa de 15 mil. Novos abalos foram registrados

27 dez 2004 - 07h53 - O USGS, Instituto Nacional de Pesquisas Geológicas, dos EUA, acaba de informar que o terremoto do último domingo, inicialmente estimado em 8.9 graus na escala Richter foi recalculado com base em modelos matemáticos mais recentes, chegando-se ao novo valor de 9.0 graus de magnitude, ou aproximadamente oito vezes mais intenso do que o estimado anteriormente.

27 dez 2004 - 06h38 - Aumentou ainda mais o número de vítimas causado pelo terremoto deste domingo ao norte da ilha de Sumatra, na Indonésia.

No Sri Lanka as autoridades militares informaram, na manhã desta segunda-feira, que o número de mortes ultrapassa 6 mil pessoas. Na Índia pelo menos 5 mil pessoas foram morreram devido às ondas gigantes que atingiram a costa do país. Na Indonésia o número de vítimas ultrapassa 4500 pessoas.
Também é grande o número de pessoas que perderam a vida nas Maldivas, Malásia, Tailândia e Bangladesh.

Segundo o Instituto de Pesquisas Geológicas dos EUA, diversos terremotos ocorreram ontem próximo à região do abalo deste domingo. O mais forte foi estimado em 6.2 graus Richter, a uma profundidade de 10 km. Um especialista em terremotos do Sri Lanka alertou para o perigo de novos tsunamis ocorrerem nesta segunda-feira, causados pela série de aftershocks que continuam a ocorrer na região.

Após o terremoto deste domingo, de 8.9 graus na escala Richter, ondas gigantescas, conhecidas como tsunamis, se propagaram desde a ilha de Sumatra, na Indonésia, em direção ao sul e sudeste asiáticos, causando uma das maiores tragédias naturais da história. Ondas com até 10 metros de altura se deslocaram por mais de 1600 quilômetros, atingindo o Sri Lanka, Bangladesh, Maldivas, Tailândia, e Indonésia.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire