Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Fenômenos Naturais - Vulcões
Terça-feira, 20 mar 2007 - 09h53

Vulcão de Senhor dos Anéis entra em erupção

Uma mistura letal, formada por milhares de litros de água ácida, barro e pedras continuam escorrendo pelas encostas do Monte Ruapehu, que entrou em erupção na ilha norte da Nova Zelândia no último sábado.

O fluxo de barro, conhecido como Lahar, foi causado por uma trinca na muralha de pedra ao redor do lago vulcânico, localizado no interior da cratera. O vazamento durou cerca de 45 minutos, mas o fluxo de material vulcânico ainda continua escorrendo montanha abaixo, em direção ao rio Whangaehu, que durante os minutos iniciais da torrente de barro, elevou-se a mais de 3 metros.

O colapso parcial da montanha fez com que a polícia e a defesa civil imediatamente fechassem estradas e ferrovias que dão acesso à região. Dois trens de passageiros com 200 pessoas a bordo, em sua maioria turistas, foram impedidos de seguir viagem, e tiveram que parar a 50 km do local.

Em 1953, outro lahar desceu a encosta da montanha, matando 151 pessoas depois de soterrar uma ponte ferroviária.

"Foram muitas pedras e barro escuro que desceram da montanha", disse o fazendeiro Josh Wallace, que viu sua propriedade ser invadida pelo material expelido. "A água tinha cor de cimento, era muito escura", completou.


Senhor dos Anéis
O Monte Ruapehu é uma montanha do tipo stratovulcão, formado pela sobreposição de material piroclástico que se acumula durante as erupções. Localiza-se na ilha norte da Nova Zelândia, 2779 metros acima do nível do mar, sobre as coordenadas 39.28 S e 175.57 W, aproximadamente a 240 km ao norte da capital Wellington.

O Ruapehu é um dos mais ativos vulcões da Nova Zelândia. Abriga um lago formado por cinzas, barro e água sulfúrica armazenados dentro de uma grande cratera em seu topo. Já foi cenário de inúmeros filmes, entre eles a trilogia de "O Senhor do Anéis".

Por apresentar constantes erupções, o monte Ruapehu é destino para milhares de turistas que ali desembarcam todos os anos em busca de pesquisa e aventura.

Fotos: No topo, o lahar atinge o rio Whangaehu, quilômetros abaixo da montanha. Em 1953 essa ponte ficou submersa pelo material vulcânico, matando 151 pessoas. Na cena acima, imagem de satélite mostra a cratera vom o lago vulcânico em seu interior. A imagem é interativa. Clique sobre ela e conheça melhor a região do Ruapehu.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire