Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Editoria: Fenômenos Naturais - Furacões
Quinta-feira, 7 set 2017 - 08h23

Implacável, furacão Irma mata 10 no Caribe e ruma contra a Flórida


Irma é o mais poderoso furacão já formado no Oceano Atlântico. Seus ventos ultrapassaram 300 km/h e em sua passagem pelo mar das Antilhas deixou um rastro de destruição. O furacão é extremamente perigoso e pode causar devastação na costa da Flórida.

Na quarta-feira, o furacão Irma cruzou diversas ilhas caribenhas, incluindo Barbuda, Saint. Martin e Ilhas Virgens Britânicas. Em Saint Martin, oito pessoas morreram.

Em Barbuda, cerca de 95% das construções foram danificadas. Segundo o primeiro-ministro Gaston Browne, a ilha foi completamente destruída e está completamente devastada. Segundo ele, os prejuízos ultrapassam 100 milhões de dólares.

Status e previsão: 07 set - 08h00 BRT
Imagens de satélite das 06h00 BRT desta quinta-feira mostram que o olho de Irma margeou o norte de Porto Rico, mas ainda não temos informações sobre danos ou vítimas.

Status
Neste momento, o olho de Irma está atuando fortemente sobre porção norte da República Dominica e deve passar pelo norte do Haiti nas próximas horas. De acordo com modelos divulgados pelo Centro Nacional de Furacões, NHC, Irma deve cruzar todo o colar das Ilhas Bahamas na sexta-feira e atingir a Grande Bahama no sábado.

No sábado, Irma atingirá o sul da península da Flórida e provocar intensos temporais e inundações em Flórida Keys (conjunto de ilhas entre o sul e sudeste da Flórida). A previsão indica que Irma cobrirá toda a extensão da Flórida e na segunda-feira atinjirá a região próxima a Orlando com ventos entre 220 e 260 km/h.

Nos EUA, há ordens de evacuação imediata e obrigatória para todos os moradores e visitantes das ilhas ao longo da costa da Flórida. O governador do estado ordenou o fechamento de todas as escolas e o governo federal enviou 7 mil homens da Guarda nacional para ajudar na evacuação e prestar o atendimento necessário.

Às 06h00 BRT o olho de Irma estava localizado próximo à latitude 20N e longitude 68.3. O sistema se move em sentido oeste-noroeste a 28 km/h e esta dinâmica deve permanecer durante todo o dia, com declínio de velocidade de deslocamento nos próximos dois dias.

Os ventos máximos sustentados são de 285 km/h com rajadas que ultrapassam 340 km/h. A pressão barométrica é de 921 Hectopascais.


Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2017
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A guerra nada mais é que a continuação da política por outros meios" - Karl von Clausewitz