Siga o Apolo11 no Facebook   Siga o Apolo11 no Twiiter
Ciência, Espaço e Tecnologia

Lunetas e Telescopios

Dr.Air

10/12/2007
23h40
A Russia lança menos foguetes que os EUA ?
Categoria: Satélites e Ciências Espacias

Pq os foguetes da Russia soltam muito menos fogo do que os do EUA ?

Alguém sabe ?


cosmonauta

11/12/2007
00h38
Olá Dr.Air e demais amigos.

Não sei se a sua afirmativa procede, porque não tenho visto lançamentos russos.

Mas sendo assim, pode ser o tipo de combustivel utilizado.

Também podemos notar, que as naves soviéticas são bem menores, e um foguete menor a impulsiona.

A nave Soyuz, leva só 3 astronautas e mesmo assim "enlatados". Essa nave mede apenas 7,2 m de comprimento, 2,7 m de diâmetro e 10,6 m de ponta a ponta no painel solar.

Pesa apenas 7,1 ton em seu lançamento com a carga.

Perto da Atlantis, é como um teco teco, ao lado de um Jumbo 747.

A versão de carga Progress da Soyuz, não tem tripulantes, faz tudo automático, desde o lançamento até o acoplamento na ISS.

Não é reutilizada. Em seu retorno traz o lixo da ISS, e é descartada se queimando na reentrada da atmosfera.

Um abraço, amigos.


Dr.Air

05/09/2008
22h24
Olá,

Estou com uma nova dúvida. Gostaría de saber qual a magnitude mínima que a apolo11 usa para saber quando a ISS será visível no céu.

Obrigado,

Sds


F.L.A.F.

08/09/2008
22h15
Olá,

Pelo que eu sei, a magnitude máxima vista pelos nossos olhos é +5,0. O Resto só com lunetas e telescópio.

Mas se for diferente, pessoal por favor me corrijam. e Pesquisa aqui no A11 mesmo que tem essa informação concerteza.

Abraços, desculpem por voltar o tópico ao topo ,D!!!

Importante: Todos os posts são de total responsabilidade dos seus autores e não refletem necessariamente a opinião do Apolo11.com. Informações sobre nossa Política de Privacidade podem ser encontradas no rodapé da página.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"A história é uma galeria de quadros onde há poucos originais e muitas cópias" - Tocqueville