Siga o Apolo11 no Facebook   Siga o Apolo11 no Twiiter
Ciência, Espaço e Tecnologia

Lunetas e Telescopios

kalango

08/04/2010
16h45
FRIO NA BARRIGA
Categoria: Satélites e Ciências Espacias

SERÁ QUE QUANDO OS ASTRONAUTAS ESTAO A 28 MIL KM POR HORA ELES SENTEN AQUELE FRIO NA BARRIGA ?

cosmonauta

08/04/2010
18h29
Olá Kalango.

Não. O que eles sentem é a compressão na hora da subida com velocidade em alta aceleração, que os empurra para trás. O mesmo se dá em carros de corrida e em aviação.

Estando em órbita não sentem mais isso e nem mesmo a gravidade, pois se locomovem sem qualquer peso ou resistencia dentro da ISS.

Isso mesmo fora da nave, quando em trabalho EVA (Atividade Extra Veicular) por não haver resistencia de ar a lhes frear. Senão estariam sujeito a escaparem para sempre do convivio com os colegas de voo.

Por medida de segurança, usam uma cordinha amarrada aos trajes espaciais, pois se locomovem com pequenos jatos de gas.

Um abraço.


Hellraiser

08/04/2010
18h55
Pois é Cosmonauta, eu sempre tive dúvida em relação ao que sentem os astronautas, já que quando estão em órbita, estao em permanente "queda" ou pelo menos a sensação de queda.

Já li algo a respeito do "Mal do Espaço" onde os astronautas relatam nauseas, dores de cabeça e enjoô.


José Arthur

08/04/2010
20h09
Poxa, a sensação de nao tocar os pés no chão e ficar flutuando, deve ser incrível. Porém, se o astronauta se afastar e a corda romper, não tem anda que o faria parar.. (a nao ser os jatos de ar, claro).

PRFurlan

08/04/2010
21h16
Em entrevista, o astronauta brasileiro, Marcos Pontes, disse que a sensação é parecida como estar de cabeça para baixo, isto é, a pressão se concentra na região da cabeça.

Ricky11

08/04/2010
22h21
A esta velocidade de 27.700km/h, acredito em surtir efeitos como dor de cabeça, algum outro pequeno mal estar.. por outro lado são feitas vários testes em terra, para adaptação no espaço orbital.

E após algum período adaptado estes sintomas são reduzidos, assim como mergulhadores de alta profundidade passam por adaptações ao meio.


Luisinho

10/04/2010
16h12
Legal essa questão, mas porque a velocidade orbital tem que ser necessáriamente essa(27,28.000 km/h), não poderia orbitar com menos velocidade..?...Desculpa se a pergunta for imbecil..!RsRs..È apenas uma curiosidade pessoal..!

Hellraiser

10/04/2010
17h59
Luisinho, acredito que se for velocidade maior, corre-se o risco de escapar para uma óbita superior ou escapar da órbita mesmo e se for inferior, acedito que ocorrerá o inverso, ou seja, a queda da ISS na Terra.

Referências: http://pt.wikipedia.org/wiki/Velocidade_orbital

http://pt.wikipedia.org/wiki/Esta%C3%A7%C3%A3o_Espacial_Internacional

http://www.infopedia.pt/$velocidade-orbital

http://ciencia.hsw.uol.com.br/satelites3.htm

Leia que é muito interessante.


Luisinho

11/04/2010
10h57
Ok..legal!..obrigado pelos link´s vou ler..!

kalango

12/04/2010
15h24
só uma duvida, como aquela maleta de ferramentas que tem menor peso e ninguem corrige sua orbita nao entrou na atmosfera de uma vez,??


Hellraiser

13/04/2010
03h45
kalango, é o mesmo raciocínio.

Quando foi largada a maleta, pela astronauta que fazia esparos na ISS, a velocidade também era de 27.700 Km/h.

Acontece que, não havendo atmosfera suficiente (mas existe alguma) para "frear" a maleta, ela ainda permaneceu um tempo em órbita, mas, foi perdendo a velocidade, diminuindo a altura, encontrando camada mais densa de atmosfera, até que finalmente entrou em atrito com o ar e desintegrou-se.

Importante: Todos os posts são de total responsabilidade dos seus autores e não refletem necessariamente a opinião do Apolo11.com. Informações sobre nossa Política de Privacidade podem ser encontradas no rodapé da página.

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire