Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Invenções e Descobertas
Sexta-feira, 10 fev 2006 - 08h30

Encontrado túmulo faraônico intacto no Vale dos Reis

Uma equipe arqueológica encontrou um túmulo faraônico intacto ao lado da tumba do faraó Tutancâmon, que era a única descoberta semelhante até hoje, anunciou em comunicado Zahi Hawas, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades.

A sepultura, em que a equipe da Universidade de Memphis, nos Estados Unidos, encontrou cinco sarcófagos com múmias que datam de mais de 3.400 anos atrás, foi descoberta no Vale dos Reis, uma das áreas funerárias e arqueológicas mais famosas do mundo.

Descoberta a três metros de profundidade nas escavações realizadas por analistas americanos na entrada do Vale dos Reis, a tumba vertical e retangular foi escavada na rocha.

Dentro dela foram encontrados cinco sarcófagos de madeira que continham múmias com máscaras funerárias coloridas. Também havia um conjunto de 20 cântaros de cerâmica lacrados, explicou Mansur Berik, supervisor do Conselho Supremo de Antiguidades (CSA) da cidade monumental de Luxor, próxima ao Vale dos Reis. O diretor arqueológico indicou que o túmulo é da 18ª Dinastia, que governou entre os anos 1554 e 1304 a.C.

A cripta está a apenas cinco metros da que abrigava o rei Tutancâmon, informou o ministro egípcio de Cultura, Farouk Hosni. O túmulo de Tutancâmon, encontrado em 1922, era até agora o único intacto descoberto na região, a cerca de 680 quilômetros ao sul do Cairo.

Os antigos egípcios acreditavam na vida após a morte. Por isso, os mortos eram sepultados com seus bens mais valiosos para que continuassem usando-os em outro mundo. A enorme quantidade de objetos funerários é um dos maiores tesouros artísticos da Humanidade.

Isso contribuiu para que as tumbas faraônicas se transformassem em alvo dos saqueadores por séculos, o que torna quase impossível achá-las intactas.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire