Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Aventuras e Expedições
Sexta-feira, 1 jan 2010 - 10h29

Mantimentos de explorador britânico Robert Scott são achados após 98 anos

Bolsas com mantimentos que pertenceram ao explorador britânico Robert Falcon Scott, foram encontrados por arqueológos da Nova Zelândia, em uma tenda de campanha abandonada na Antártida.

Robert Falcon Scott
Clique para ampliar

Dentro das bolsas estavam dois blocos de manteiga intactos há quase 100 anos, provavelmente preservados pelo frio intenso do continente afirmaram os cientistas.

Scott e seu grupo iniciaram uma famosa expedição da base de Cape Evans na tentativa de ser o primeiro homem a alcançar o Polo Sul. O explorador britânico conseguiu chegar ao ponto mais meridional do globo em 17 de janeiro de 1912, mas não foi o pioneiro.

Um mês antes, a expedição do norueguês Roald Amundsen foi a primeira a alcaçar o Polo Sul no dia 14 de dezembro de 1911.

Na volta da jornada, Scott e outros quatro pesquisadores de sua equipe morreram durante a viagem.

Há um mês, outra equipe da Nova Zelândia encontrou duas caixas de uísque escocês na imensa paisagem branca da Antártida, desta vez de uma expedição liderada pelo irlandês Ernest Shackleton.


Foto: Robert Falcon Scott se prepara para realizar medições científicas na expedição antártica de 1911-1912. Crédito: Corbis.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O diabo é um otimista se pensa que pode fazer as pessoas piores do que são. " - Karl Kraus