Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Sexta-feira, 17 out 2014 - 10h59

Cometa Siding Spring raspará o planeta Marte neste domingo

Atualizacão: Domingo, 19h04
Veja como foi a aproximação do cometa Siding Spring - Simulação


Atualizacão: Domingo, 10h00
Novas imagens mostram o cometa Siding Spring perto de Marte

Esta foi feita esta manhã de domingo, 16 horas antes do encontro entre o cometa C/2013 A1 Siding Spring e Marte. Cena captada pelo astrônomo amador Rolando Ligustri, em telescópio robótico localizado em Siding Spring, Austrália.

Cometa Siding Spring perto de Marte
Clique para ampliar


Atualizacão: sábado, 20h35
Astrônomo registra impressionante imagem do cometa rumo à Marte

A foto abaixo foi feita pelo astrônomo amador James Willinghan, usando telescópio robótico localizado em Siding Spring, Austrália. A cena foi registrada as 07h25 BRT desse sábado.

Cometa Siding Spring perto de Marte
Clique para ampliar


Cometa Siding Spring raspará o planeta Marte neste domingo
Na tarde deste domingo, 16h28 pelo horário de Verão, o cometa C/2013 A1 Siding Spring atingirá o ponto máximo de aproximação do planeta Marte e praticamente raspará a superfície marciana. Embora o risco de choque esteja descartado, ninguém sabe ao certo o que poderá acontecer.

Desde que foi descoberto em 3 de janeiro de 2013, C/2013 A1 vem chamando a atenção.

Inicialmente, os astrônomos calcularam que o caminho de Siding Spring cruzava a orbita do planeta Marte a uma distância muito próxima da superfície, inclusive com possibilidade de colisão. No entanto, com o passar do tempo, à medida que mais observações foram feitas foi possível conhecer melhor sua orbita e esse risco foi afastado.

Entretanto, embora as chances de impacto sejam desprezíveis, os cálculos atuais mostram que o cometa passará a apenas 135 mil km da superfície do planeta, o que fará com que sua coma praticamente penetre na atmosfera marciana, injetando nela dezenas de toneladas de material orgânico.

Observações feitas com uso de telescópios espaciais mostram que o núcleo de Siding Spring tem entre 0.8 e 8 km de diâmetro, com valor mais provável de 800 metros. Por outro lado, sua coma (a atmosfera do cometa) tem 20 mil quilômetros de diâmetro e sua cauda ultrapassa 480 mil quilômetros.


Observações
Toda a frota de naves que estudam Planeta Vermelho estará observando o encontro. As sondas Mars Odyssey, Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) e MAVEN estarão registrando a aproximação do espaço, enquanto os jipes-robôs Opportunity e Curiosity verão o espetáculo da superfície.

Se tudo correr como o planejado, a sonda MRO será a primeira nave a fazer fotos do núcleo de um cometa recém-chegado da nuvem de Oort, uma região nos confins do Sistema Solar onde se acredita que os cometas são formados. Se as condições atmosféricas permitirem, os jipes-robôs também deverão produzir excelentes dados, embora não tenham grandes telescópios para observação detalhada.


Transmissão ao Vivo
Até agora, as grandes agências espaciais não revelaram planos para a transmissão ao vivo do evento, seja através de imagens registradas por sua frota de sondas ou por telescópios terrestres instalados no hemisfério sul, única porção da Terra de onde o evento pode ser visto.

Devido à grande diferença de brilho entre o cometa e o planeta Marte, observatórios terrestres independentes também não confirmaram a transmissão. Atualmente, Marte está extremamente brilhante enquanto o cometa é um débil objeto de magnitude 13.5. Isso faz com que o Siding Spring fique ofuscado durante uma transmissão ao vivo.

Assim, pedimos aos nossos leitores que mantenham atenção nesta página pois poderemos retransmitir o evento assim que alguma organização forneça imagens do evento.

O encontro ocorrerá neste domingo às 16h28 BRT pelo horário de Verão.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Liberdade, essa palavra que o sonho humano alimenta, que não há ninguém que explique e ningém que não entenda." - Cecília Meireles