Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Segunda-feira, 10 nov 2014 - 11h16

Histórico: Sonda vai descer pela primeira vez em um cometa

Perfeito! Sonda Philae pousa em cometa a 511 milhões de km

Após mais de 10 anos no espaço, a missão Rosetta chegou ao seu destino. Exatamente as 13h30 pelo horário de Brasília, a pequena

MOMENTO DO POUSO


Fotografias do local do pouso devem chegar a qualquer momento. Veja ao vivo no player abaixo.




Na próxima quarta-feira, a sonda europeia Philae vai tentar realizar o difícil pouso na superfície de um cometa. O evento será transmitido ao vivo e se tudo der certo será a primeira vez na história que uma nave realiza esse tipo de missão.


ASSISTA AO VIVO - POUSO AS 13H30


SEPARAÇÃO CONFIRMADA!


MOMENTO DA SEPARAÇÃO!

Separacao Philae Rosetta

Clique para ampliar




A nave-mãe Rosetta deverá liberar o pequeno explorador Philae às 06h35 BRST (Horário de Verão), quando estiver orbitando a apenas 22.5 km acima do cometa 67P/Churyumov–Gerasimenko, situado a 508 milhões de km da Terra.

Sete horas após ser liberada, às 13h30 BRST, Philae deverá pousar sobre o cometa, em uma localidade batizada de Agilkia.

Tudo será transmitido ao vivo pela Agência Espacial Europeia e poderá ser visto nesta página do Apolo11.

Devido à distância até a Terra, os sinais enviados por Rosetta e Philae só deverão chegar à Terra 28 minutos depois de emitidos. Isso significa que as confirmações da separação e pouso serão feitas as 07h03 BRST e 14h00 BRST.

Embora a etapa de separação não represente risco para a sonda Philae, a segurança do pouso sobre o local escolhido ainda é uma incógnita. 67P/Churyumov–Gerasimenko é uma rocha bastante irregular, que se move a 19 km/s e gira no espaço completando uma volta a cada 12 horas aproximadamente.

Isso significa que a sonda Philae deverá pousar em um alvo em movimento e com solo de baixa densidade, quase poroso. Nestas condições, a sonda poderá sofrer avarias irreparáveis caso ocorram imprevistos de trajetória.


Estilingadas Gravitacionais
Para atingir seu objetivo, desde que foi lançada em 2 de março de 2004, Rosetta recebeu algumas "estilingadas gravitacionais" da Terra e de Marte, que a ajudaram a ganhar mais velocidade. A primeira estilingada foi em 4 de março de 2005, quando a Terra arremessou a sonda em direção a Marte, que a mandou de volta ao nosso planeta em 25 de fevereiro de 2007.

Em setembro de 2008 a nave sobrevoou o asteroide 2867 Steins e no final de 2009 Rosetta passou novamente pela Terra, quando recebeu um novo impulso gravitacional que a arremessou em direção ao asteroide 21 Lutetia.

Após o estudo de Lutetia e Steins, situados na região conhecida como "cinturão de asteroides", localizado entre as órbitas de Marte e Júpiter, Rosetta entrou em modo de hibernação, com o computador de bordo parcialmente ativado. Em 20 janeiro de 2014 a nave deixou o modo de hibernação e retomou as operações que a levarão até o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko

Rosetta já orbitou o Sol por cinco vezes e segundo os responsáveis pelo projeto, essa é a mais complexa exploração de um cometa jamais vista.


O cometa
O cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko foi descoberto em 1969 por Konstantin Churyumov, da Universidade de Kiev, na Ucrânia e seu colega S. Gerasimenko, do Instituto de Astrofísica do Tajiquistão.

A rocha tem um núcleo de cerca de 5 quilômetros de largura e orbita o Sol a cada 6.6 anos. Em seu afélio, ponto de maior afastamento do Sol, sua distância chega a atingir 857 milhões de quilômetros, enquanto seu periélio, menor distância da estrela, é de 186 milhões de quilômetros, um pouco maior que a distância da Terra ao Sol.


Agora
Neste momento, Rosetta se encontra a 449 milhões de km do Sol e 508 milhões de km da Terra. A distância acumulada de sua viagem já ultrapassa 6.54 bilhões de km.



Artes: No topo, livestream da agência espacial europeia mostrará o pouso da Philae ao vivo. Acima, animação mostra como será o evento, com todas as etapas da operação de pouso. Créditos: ESA, Apolo11.com.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Dignidade não consiste em possuir honrarias, mas em merecê-las" - Aristóteles