Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Astronomia
Quarta-feira, 13 ago 2014 - 11h15

Implacável, cometa C/2013 A1 Siding Spring ruma contra Marte

Embora o risco de colisão esteja descartado, a aproximação máxima do cometa será extremamente pequena. Para exemplificar melhor esse evento, o Apolo11 preparou uma simulação que mostra como será a passagem do cometa, mas vista da superfície de Marte!

Atualmente, C/2013 A1 Siding Spring está a cerca de 300 milhões de quilômetros do Planeta Vermelho, mas está se aproximando rapidamente.

Em 19 de outubro de 2014 a rocha deverá fazer um verdadeiro rasante na superfície marciana, possivelmente injetando toneladas de material orgânico na alta atmosfera do planeta.

De acordo com os últimos dados computados pelo Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, JPL, Siding Spring deverá chegar a apenas 130 mil quilômetros da superfície e as consequências de uma aproximação tão estreita ainda são desconhecidas.

Cometa Siding Spring nascendo em Marte
Clique para ampliar

O vídeo acima mostra, de forma simulada, como será a passagem do cometa no dia da aproximação máxima, vista por um hipotético observador que contempla o nascer do Sol no horizonte marciano. O pequeno objeto que cruza o horizonte durante o surgimento do cometa é a Lua Phobos, que cruza a constelação de Aquário.



Arte: Vídeo mostra a aproximação do cometa C/2013 A1 vista da superfície de Marte. Crédito: Apolo11.com.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"O acaso não existe; o que chamamos de acaso é o efeito de uma causa que não conhecemos" - Voltaire