Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Espaço - Tecnologias
Terça-feira, 10 jul 2007 - 09h12

Brasil no espaço: Adiado para quinta-feira lançamento do foguete VSB-30

A agência Espacial Brasileira, AEB, adiou para quinta-feira o lançamento do foguete brasileiro VSB-30, que deveria ocorrer nesta quarta-feira. Segundo a AEB, o motivo do adiamento foi um atraso na atividade da integração entre o veículo propulsor e a carga útil que será levada ao espaço.

O VSB-30 será lançado a partir do Centro de lançamentos de Alcântara, no Maranhão, e marca a retomada de lançamentos daquela base, suspensa 15 meses após a explosão do VLS, Veículo Lançador de satélites, ocorrida em agosto de 2003. Na ocasião, 21 técnicos e cientistas morreram, na maior tragédia do programa espacial brasileiro.

O VSB-30 é um projeto desenvolvido em parceria entre o Instituto de Aeronáutica e Espaço do Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial (CTA), em São José dos Campos (SP), e pela Agência Espacial Alemã. O foguete tem 12,7 metros de altura e pesa mais de 2 toneladas, podendo transportar uma carga útil científica de até 350 quilos.

De acordo com o coordenador da Operação, tenente-coronel Ivan Fausto Barbosa, a atividade de integração estava prevista para sábado passado, mas não foi concluída. Segundo o militar, o atraso se deu por motivos de segurança.

O lançamento está dentro do cronograma previsto pelas autoridades. No último dia 6, sexta-feira, os dois estágios do foguete foram transportados do hangar de preparação dos propulsores até o veículo lançador, em uma atividade que requer a máxima atenção e segurança, já que envolve o transporte do propelente sólido que alimenta o foguete.

O transporte da carga útil foi realizado no sábado, dia 7, quando as atividades de integração se estenderam além do previsto e não puderam ser finalizadas a tempo. Antes de ser lançado, os técnicos da AEB farão duas contagens regressivas simuladas, uma hoje e outra na quarta-feira. Se não houver mais atrasos, o lançamento acontecerá na quinta-feira.

A carga útil compreende nove experimentos selecionados pela Agência Espacial Brasileira por meio do Programa Microgravidade, relacionado às áreas de biotecnologia, engenharia, física, nanotecnologia e medicina. São estudos de novos equipamentos para satélites ou de sistemas de navegação para foguetes, por exemplo.

Após o lançamento, um mecanismo automático de separação irá liberar a carga do corpo do foguete, e deverá permanecer por aproximadamente seis minutos acima de 110 quilômetros de altitude, condição considerada boa para testes em ambientes de baixa gravidade. A previsão é de que o vôo dure cerca de 20 minutos.

No topo, foguete VSB-30 sendo lançado da base de Esrange, na Suécia, em dezembro de 2004. Acima, o mesmo evento, com o foguete ainda na base de lançamento.

Leia Também
Brasil no espaço: Tudo pronto para o lançamento do foguete VSB-30







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Um tolo com instrução é um tolo maior que um com falta dela." - Benjamim Franklin