Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Curiosidades e Conhecimento
Terça-feira, 12 abr 2005 - 15h00

Satélite Quikbird registra fila de fiéis nas ruas do Vaticano

A imagem ao lado, feita pelo satélite de sensoriamento remoto Quikbird, no dia 5 de abril de 2005, mostra a gigantesca fila de fiéis que se formou para prestar as últimas homenagens ao Papa João Paulo II, enterrado no dia 8.

Pela foto, feita de uma altitude de 450 quilômetros, vemos que além da grande fila formada, todas as ruas ao redor da Basílica de São Pedro, vista em destaque, estavam tomadas por pessoas e automóveis.

Segundo informações do governo italiano, pelo menos dois milhões de pessoas foram à Roma durante os rituais pela morte de João Paulo II.

Além da Praça de São Pedro e da Basílica, vemos à esquerda da foto os Jardins do Vaticano e do lado direito o Castelo Santo Ângelo, que pode ser acessado pela ponte de Santo Ângelo. Um pouco acima, entre a Basílica de São Pedro e a Praça de São Pedro, encontra-se a Capela Sistina. O Rio que cruza o Estado é Rio Tevere.

História
Principal igreja Católica Romana, a Basílica de São Pedro foi construída no lugar onde se acredita que São Pedro está enterrado. Erguida nos séculos XVI e XVII para substituir uma outra igreja mais antiga, tem capacidade para 50.000 pessoas. Sua planta original era de cruz grega, mas atualmente tem a forma de cruz latina. Desde 1870, todas as cerimônias papais são celebradas em São Pedro.

Centro do Catolicismo Romano, o Vaticano compreende uma notável coleção de obras-primas de arte e arquitetura.

As pinturas do teto da Capela Sistina são uma das mais conhecidas obras de arte do mundo. De 1508 a 1512, Michelangelo, pintor e escultor renascentista italiano, cobriu o teto da capela com A Criação de Adão, um trabalho rebuscado que retrata oito passagens do Velho Testamento. De 1534 a 1541, Michelangelo pintou O Juízo Final na parede acima do altar da capela. Os mais recentes trabalhos de limpeza e restauração provocaram debates entre especialistas em arte. Alguns acreditam que os sinais removidos pelos restauradores não foram provocados pelo tempo e pela sujeira, mas criados intencionalmente pelo artista para enfatizar as sombras.

Foto Cortesia: DigitalGlobe - Clique sobre a imagem para ampliar.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Deixe que me odeiem, de maneira que me temam!" - Calígula