Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Mudanças Climáticas
Sábado, 17 mai 2008 - 09h03

Cientistas vão ao Ártico em busca de dados sobre a camada de gelo

Recentemente, alguns cientistas europeus e canadenses deixaram seus confortáveis laboratórios de pesquisa e rumaram para um dos mais inóspitos ambientes do planeta: o longínquo e gelado Ártico. O objetivo dos pesquisadores não é ver de perto o derretimento das geleiras do norte, mas assegurar a validade dos dados captados pelo satélite da missão CryoSat, garantindo que os resultados coletados pela sonda sejam os mais precisos possíveis.

O trabalho dos cientistas está sendo realizado ao norte da Groenlândia e Canadá e atualmente se encontra na metade da campanha, programada para durar três semanas.

CryoVEx significa CryoSat Validation Experiment, ou Experimento de Validação CryoSat.

O experimento é uma continuação de outras campanhas já realizadas e que tem como objetivo coletar dados e propriedades da neve e do gelo daquela região do planeta. Esses dados permitirão que os pesquisadores interpretem de maneira mais precisa as variações nas espessuras da capa de gelo, medidas com auxílio dos satélites da série CryoSat.

Apesar do CryoVEx 2008 basear-se em expedições anteriores e os pesquisadores já estarem bastante acostumados com os rigores do ambiente ártico, a campanha deste ano se diferencia pelo enorme aparato logístico e que inclui medições realizadas em terra, em aviões especiais e também helicópteros. Além disso, as pesquisas estão sendo feitas simultaneamente em três locais diferentes e muito distantes entre si.


Equipamentos
A gama de equipamentos colocados a serviço da campanha impressiona. Entre eles se encontra o instrumento ASIRAS, um altímetro-radar exatamente igual ao que estará a bordo do satélite CryoSat-2 e um escaneador laser, que servirá para mapear a superfície de gelo. Ambos os equipamentos estão embarcados em aviões especialmente preparados para missão. Além desses instrumentos, outros sensores montados sob helicópteros medirão a espessura do gelo perene e que será comparado posteriormente aos dados do satélite.

Outro avião, do tipo Twin-Otter está sendo utilizado para transportar cientistas ingleses e canadenses às placas de gelo da Groenlândia e Canadá. Aviões militares norte-americanos também foram mobilizados para o abastecimento de combustível.


CryoSat-2 e Validação de dados
O satélite CryoSat-2 será lançado em 2009 pela Agência Espacial Européia, ESA, e foi projetado especificamente para fornecer dados sobre a cobertura de gelo polar, seriamente ameaçada pelo aquecimento do planeta. A sonda terá precisão suficiente para detectar e medir pequenas variações na espessura da camada gelada, tanto continental como em deriva, além de fornecer imagens nítidas do efeito das mudanças climáticas sobre as massas polares.

Existem muitos desafios associados à construção lançamento de um satélite de observação e entre eles está o de assegurar que os dados coletados sejam os mais precisos possíveis. Como o Cryosat-2 é extremamente sensível às variações e propriedades do gelo e da neve, é crucial que sejam feitos levantamentos que permitam corrigir os dados coletados, caso contrário poderiam provocar erros nas análises e previsões de tendências para longos períodos.

Para isso a equipe de pesquisadores está em campanha. Durante as três semanas da expedição, serão realizadas uma série de medidas em pontos estratégicos, utilizando instrumentos similares aos que estarão no espaço em 2009. Em conjunto, os dados reais coletados servirão para corrigir os modelos matemáticos alimentados pelos dados do satélite, garantindo maior precisão nas previsões de longo prazo.

Fotos: No topo, equipamento EM Bird, usado pelos cientistas para medir a espessura da capa de gelo. Com auxílio de helicóptero o sensor pode coletar dados por centenas de quilômetros. Na seqüência, uma das bóias equipadas com localizador GPS, capazes de enviar dados do deslocamento das placas de gelo. Acima, o cientista Rene Forsberg, ligado ao Centro Dinamarquês de Estudos Espaciais, executa perfurações sobre a capa gelada.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"Há pessoas que não levam em conta a realidade, mas em compensação a realidade também não as leva em conta" - Karl Marx