Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Compartilhe! 

Editoria: Mudanças Climáticas
Segunda-feira, 21 dez 2009 - 08h15

Recife está entre as regiões mais ameaçadas pelo avanço do mar

Nas duas últimas semanas, os temas Aquecimento Global e Mudanças Climáticas estiveram em destaque nos principais veículos de comunicação. A Conferência do Clima em Copenhague teve a difícil tarefa de reunir propostas e opiniões de pelo menos 190 países sobre o futuro do planeta Terra. Um assunto tão complexo como este envolve fundos gigantescos e mudanças de atitude de toda a humanidade.


Clique para ampliar

As mudanças no mundo resultado das alterações climáticas já estão acontecendo independente das previsões futuras. Uma série de reportagens reunidas nesta semana pretende mostrar um pouco dos efeitos do clima em nosso planeta.

O aumento do nível dos oceanos e o avanço do mar estão entre os assuntos mais discutidos pelos especialistas em clima. No litoral brasileiro, a região metropolitana do Recife é considerada uma das mais vulneráveis ao aumento do nível do mar.


Clique para ampliar

A cidade se expandiu ao longo dos anos e mais de 80% das casas, prédios e outras construções estão concentradas a menos de 30 metros da faixa litorânea. A região está a apenas quatro metros acima do nível do mar e toda banhada por rios. Popularmente, os recifenses chamam o Recife de “Veneza brasileira”.

Um estudo da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) analisou todo o litoral brasileiro e apontou as quatro regiões de maior risco de inundação no futuro com o aumento do nível do mar. São elas, o Recife, o Rio de Janeiro, Santa Catarina e a Baixada Santista. As projeções levaram em conta o aumento do nível do mar em 50 centímetros e em um metro. O Recife aparece na posição mais desfavorável nas duas opções.

O resultado é preocupante. No caso de um aumento do nível do mar em meio metro, cidades da região metropolitana teriam 40 quilômetros quadrados de área inundada. Na hipótese de um metro, a água chegaria a quase 54 quilômetros quadrados.

Hoje, nem os diques artificiais estão conseguindo conter o avanço do mar no Recife. A orla já registra estragos. Alguns trechos da praia de Boa Viagem, a principal da capital, desapareceram nos últimos 14 anos. A cidade histórica de Olinda também enfrenta uma situação crítica, onde 59% da faixa de areia já foi perdida, de acordo com os pesquisadores.


Fotos: Duas imagens mostram a orla marítima da Praia da Boa Viagem, no Recife, onde o avanço do nível do mar é claramente perceptível. A cidade está entre as regiões mais ameaçadas ao avanço do mar. Crédito: Wikimedia Commons.







Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2018
Política de Privacidade   |     Termo de Uso e Licenciamento   |  -   Entre em Contato

"As leis não são feitas para o homem bom" - Sócrates