Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Sexta-feira, 23 ago 2019 - 10h01
Por Rogério Leite

23 de agosto de 1966: Primeira foto da Terra vista da Lua

Feita de uma distância de 380 mil km da Terra, esta foto foi tirada pelo Lunar Orbiter 1, com o objetivo de coletar informações topográficas que seriam usadas no primeiro pouso na Lua. Anos mais tarde a Nasa restaurou a histórica foto e o resultado foi impressionante.

Primeira foto da Terra vista da Lua, tirada em 23 de agosto de 1966 pelo orbitador Lunar Orbiter 1.<BR>
Primeira foto da Terra vista da Lua, tirada em 23 de agosto de 1966 pelo orbitador Lunar Orbiter 1.

A foto, feita a 42 km de altitude do solo lunar mostra metade do disco terrestre e nele podemos ver desde Istambul, na Turquia, até Cidade do Cabo, na África do Sul. Poucos detalhes podem ser percebidos na cena original.


Imagens Restauradas
Em 2008, a NASA realizou uma série de restaurações no acervo das imagens das cinco naves do programa Lunar Orbiter, utilizando tanto equipamentos da época como modernas técnicas digitais. O resultado foi impressionante e permitiu descobrir uma série de detalhes que não estavam disponíveis nas imagens originais.

Primeira foto da Terra vista da Lua, restaurada 42 anos depois de tirada, em 23 de agosto de 1966.<BR>
Primeira foto da Terra vista da Lua, restaurada 42 anos depois de tirada, em 23 de agosto de 1966.

Naquela ocasião, as fotos feitas pelas naves Lunar Orbiter não eram gravadas em filmes fotográficos, mas em mídia magnética analógica, que eram depois convertidas para imagens. Somente com o avanço da tecnologia é que foi possível extrair dados mascarados por ruídos ou outras anomalias, o que possibilitou revelar detalhes em alta resolução que antes não eram possíveis de serem revelados. Ao todo foram restaurados mais de 1500 rolos de fita magnética.







Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"A aventura pode ser louca; mas o aventureiro, para levá-la a cabo, há de ser muito equilibrado" - Chesterton