Quarta-feira, 21 mai 2008 - 10h38

Acompanhe como será a descida da nave Phoenix Lander em Marte

No próximo dia 25 de maio todas as atenções estarão voltadas para bem longe da Terra. Neste dia, uma série de eventos automáticos estará acontecendo no interior da nave norte-americana Phoenix Mars Lander, que deverá pousar no planeta Marte na noite de domingo.

Para que você não perca nenhum lance desse evento, o Apolo11 preparou uma espécie de "grade de programação", que servirá como guia junto à transmissão do pouso, e que será retransmitido ao vivo pelo ApoloChannel.

Neste domingo, a sonda Phoenix entrará na alta camada da atmosfera marciana a 21 mil km/h e terá apenas sete minutos para completar o desafio de reduzir essa velocidade para apenas 8 km/h, antes que suas três pernas toquem a superfície gelada do planeta. A frenagem será feita inicialmente através de um conjunto de pára-quedas, seguida da ignição de foguetes de hidrazina que controlarão a velocidade final do pouso.

Uma vez na superfície, o robô aguardará 30 minutos até que a poeira levantada pelo pouso assente. Em seguida abrirá seus dois painéis solares e erguerá sua antena helicoidal, responsável pelo contato com a sonda MRO, em órbita ao redor de Marte, que captará os dados de telemetria. Se tudo correr bem, a confirmação da operação será captada às 20h53 pelo horário de Brasília, aproximadamente 30 minutos após o toque na superfície.

Se a mesma operação fosse feita alguns anos atrás, os sinais da sonda seriam enviados diretamente da superfície de Marte. Atualmente, todas as comunicações entre os engenheiros responsáveis e os robôs que estão no Planeta Vermelho são realizadas por intermédio do satélite MRO, ou Mars Reconnaissance Orbiter, que orbita Marte desde março de 2006.

Abaixo descrevemos os eventos que deverão ocorrer no dia 25. Os valores mostrados podem ser deslocados para cima em até 40 segundos, já que durante todo o dia serão efetuadas pequenas correções de navegação. Outro fator que pode alterar ligeiramente os tempos mostrados são as incertezas das condições atmosféricas no momento do evento.

No próximo domingo, Terra e Marte estarão separados por uma distância de 275 milhões de quilômetros. Assim, os sinais de rádio que partirem de Marte deverão levar 15 minutos e 20 segundos para atingir a Terra, fazendo com que os eventos levem algum tempo até serem confirmados. Todos os horários abaixo estão no Horário de Brasília.


Sábado
23h46 - Execução do procedimento TCM6 ou Manobra de Correção de Trajetória


Domingo

  • 12:46 - Nova Manobra de Correção de Trajetória - TCM6X
  • 20:16 - Pressurização dos sistemas de propulsão
  • 20:38 - Estabelecimento da conexão de dados entre a Phoenix e a MRO. Neste instante todos os dados telemétricos gerados pela sonda estarão sendo retransmitidos em tempo-real e captados pela gigantesca antena parabólica de Goldstone, na Califórnia, que os retransmitirá ao JPL, o Laboratório de Propulsão a Jato, da Nasa, responsável pela missão.
  • 20:38 - Nesse mesmo instante o radiotelescópio Green Bank, localizado na Virgínia, passa a captar os sinais diretamente da Phoenix, transmitidos na banda de UHF.
  • 20:39 - Separação do módulo Cruise Stage, de 2.75 metros de diâmetro e 1 tonelada de peso. O Cruise Stage sustenta toda a missão Phoenix, incluindo o robô, antenas, painéis solares e o Aerosheel, o escudo de calor que protegerá a sonda do atrito atmosférico.
  • 20:40 - A nave atinge a altitude para entrada.
  • 20:46:33 - A Phoenix entra na atmosfera marciana.
  • 20:47:15 - Blackout de rádio devido ao plasma que envolve a nave. O período de silêncio deve durar dois minutos.
  • 20:50:15 - Abertura dos pára-quedas.
  • 20:50:30 - Liberação do escudo térmico.
  • 20:50:40 - As pernas da sonda se abrem.
  • 20:51:30 - Computador de bordo ativa o radar de descida
  • 20:53:09 - O robô se separa do Backshell.
  • 20:53:09 - Comutação dos transmissores para a antena helix. Tem inicio de um novo período de silêncio de alguns segundos.
  • 20:53:12 - Foguetes de hidrazina são acionados para frear a nave.
  • 20:53:34 - Início da fase de descida em velocidade constante.
  • 20:53:52 - A Phoenix toca a superfície de Marte.
  • 20:54:52 - A sonda desliga todos os sinais de rádio e tem início novo período de silêncio.
  • 21:13 - Abertura automática dos painéis solares (durante o silêncio das transmissões)
  • 21:28 - A sonda MRO, em órbita do planeta, inicia a transmissão dos dados gravados durante a entrada na atmosfera. A análise do material estará disponível algumas horas mais tarde.
  • 21:30 - Os dados, que também foram captados pela sonda européia Mars Express, são transmitidos à Terra.
  • 22:43 - A Phoenix se conecta à MRO e envia dados de engenharia, que são repassados ao JPL. Se tudo correr bem, as imagens da Nasa-TV mostrarão a sala de controle da missão e possivelmente as primeiras imagens enviadas pela sonda, provavelmente os painéis solares abertos.

    Como podemos ver, a quantidade de eventos será bem grande e culminará com a colocação do engenho em Marte.


    Tarefa Difícil
    "Esta não é uma missão tão simples. Pousar uma nave com segurança na superfície de Marte é uma tarefa difícil e de grande risco", disse Ed. Weiler, diretor para missões científicas, da Nasa. Das 15 tentativas feitas por americanos, russos e europeus, apenas cinco conseguiram fazê-la com sucesso, sem danificar as sondas.


    Veja ao Vivo
    Durante todo o domingo O Apolochannel estará transmitindo as imagens geradas pela Nasa-TV. Como o pouso ocorre quase às 9 da noite, dará tempo para voltar do feriadão e ainda assistir essa incrível operação espacial!

    Artes: No topo, concepção artística mostra a sonda Phoenix momentos antes de tocar no solo de Marte. Na seqüência vemos o Módulo Cruise, que sustenta a missão Phoenix, e que se separá do robô às 20h39 pelo Horário de Brasília.

  • LEIA MAIS NOTÍCIAS
    Base de Dados Completa

    Se você precisa de uma base de dados de latitude e Longitude das cidades brasileiras, clique aqui.
    Podemos fornecer uma base completa, com mais de 5500 cidades em formato Excel.
    Ideal para Projetos, Desenvolvimentos e construção de aplicativos.














    Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

    Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

    "Amargas são as lágrimas derramadas, mas ainda mais amargas são as que não se derramam" - Provérbio irlandês