Espaço - Ciências - Fenômenos Naturais
Quarta-feira, 10 mai 2017 - 07h47
Por Rogério Leite

Astronauta europeu registra auroras gigantes sobre a Terra

As auroras polares são, sem sombra de dúvidas, um dos mais belos fenômenos naturais que acontecem na nossa atmosfera. Podem cobrir milhares de quilômetros do céu, mas essa amplitude só pode ser observada de um local muito privilegiado: a estação espacial.

Auroras vista do espaco
Auroras vista do espaco, registradas pelo astronauta Thomas Pesquet, a partir da Estação Espacial Internacional. Crédito: NASA.

Nesta cena, registrada no dia 27 de março de 2017 a partir da Estação Espacial Internacional, ISS, o engenheiro de voo Thomas Pesquet registrou toda a grandiosidade do fenômeno, justamente no momento em que a nave sobrevoava parte do norte da Europa, atingido por uma tempestade geomagnética.

O fenômeno das auroras ocorre quando as partículas carregadas do Sol atingem a magnetosfera da Terra e são desviadas na direção dos polos. Ali, na alta atmosfera da Terra, essas partículas ionizam os átomos de oxigênio e nitrogênio, que ao perderem a carga emitem fótons de cor verde e vermelho respectivamente.

"A visão noturna é simplesmente magnífica", disse Pesquet, ligado à Agência Espacial Europeia. "Havia poucas nuvens e as auroras eram tão intensas que simplesmente não dava pra da janelinha. Foi fantástico", explicou o astronauta.

imagens/2017/thumb_destaque_auroras_vistas_da_iss.jpg







Termo de Uso  |   Links Úteis  |   Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Apolo11.com - Todos os direitos reservados - 2000 - 2019

"Quando se procura muito o jeito de se fazer temer, sempre se encontra primeiro o de se fazer odiar" - Motesquieu